Vereadores vão a Recife cobrar do governo do estado mais segurança para o Sertão do Araripe

Representantes da Associação de Vereadores do Araripe (AVA) estiveram na cidade do Recife na ultima Terça (26), os vereadores foram recebidos pelo secretário de Defesa Social do estado de Pernambuco, Antônio de Pádua Vieira Cavalcante.

O objetivo da viagem dos parlamentares a capital pernambucana foi cobrar mais segurança para a região do Araripe, tendo em vista os altos índices de violência na região, principalmente o aumento de homicídios e assaltos registrados nos últimos meses, representantes de diversas cidades participaram da reunião e tiveram a oportunidade de apresentar  para os representantes do governo do estado  a real situação de suas cidades e do Araripe em geral.

O presidente da Ava, Ubirajara Araripe, considera de suma importância à luta das Câmaras Municipais em favor da população “é inaceitável em pequenas e pacatas cidades do interior chegarmos a esse nível de violência e não ter ações do governo do estado para intervir, estamos fazendo nossa parte e esperamos que o governo faça a parte dele” concluiu o parlamentar.

Ainda segundo Ubirajara ficou determinado na reunião que o Araripe receberá mais efetivo policial, mais viaturas, que será retomado o patrulhamento na zona rural dos municípios, será implantado postos policiais nas principais estradas da região entre outras ações que virão para trazer mais segurança para a região. (Da assessoria)

Socorro Pimentel busca melhorias para a segurança do Sertão do Araripe

socorro-pimentelA deputada estadual Socorro Pimentel (PSL) esteve nesta quarta-feira (26), na Secretaria de Defesa Social de Pernambuco reunida com o secretário Angelo Gioia. A parlamentar levou demandas do interior defendidas por ela na Assembleia Legislativa que, inclusive, já foram cobradas ao antigo secretário da pasta Alessandro Carvalho, que deixou o cargo no dia 7 deste mês.

A maior cobrança dos sertanejos é a implantação de um Instituto Médico Legal (IML) na região do Araripe. Além disso, a deputada pediu também a implantação da Delegacia da Mulher na região; uma companhia independente da Polícia Militar em Araripina; reforma e reestruturação das delegacias e cadeias públicas dos municípios do Araripe; abertura de concursos para Delegados, pois o número atual é insuficiente para atender a região que conta com mais de 300 mil habitantes, assim como o retorno dos relevantes serviços da Companhia Independente de Operações e Sobrevivência em Áreas de Caatinga (Ciosac) na região do Araripe.

O secretário Angelo disse à deputada que os pleitos são de extrema importância e que vai avaliar com a sua equipe o que pode ser feito de imediato para atender às demandas.

Comunitária da Rua Nemesio Castor no bairro Santa Maria reclama de esgoto e matagal

Em contato com o programa Tribuna do Povo, a senhora Ana Maria reivindicou melhorias para a sua localidade, localizada na Rua Nemésio Castor no bairro Santa Maria em Ouricuri. Segundo ela, é preciso que seja feito roço no matagal que fica no meio de um esgoto que se encontra a céu aberto.

Ana disse que à noite pessoas ficam rondando à localidade e causa aos moradores insegurança e medo: “não posso sair à igreja e chegar tarde; tenho que escolher entre ficar em casa ou sair e ariscar a minha vida. A segurança nessa rua é zero”, falou.

A comunitária disse que já procurou a Secretaria de Obras e até mesmo o prefeito do município, mas nenhuma atitude foi tomada por parte deles. Ana Maria declarou que a situação que se encontra na localidade é um verdadeiro descaso: “pedimos que os órgãos competentes possam se manifestar e resolver o problema, não aguentamos mais, aliás, não sabemos a quem mais recorrer”, pontou.

O Blog fica à disposição para que a Secretaria de Obras possa se posicionar a respeito do caso .

Socorro Pimentel pede mudanças na segurança pública do Araripe

10.27-SOCORRO-PIMENTEL-GC-21

O registro de três assassinatos em menos de 48 horas na cidade de Ouricuri, entre os dias 25 e 27 de fevereiro, fez a deputada Socorro Pimentel (PSL) pedir mudanças na política de segurança pública da região. Uma das vítimas foi o professor Antônio Carlos Nunes Leite, 41 anos, conhecido por Carlinhos, brutalmente assassinado. Dois suspeitos foram detidos pela Polícia Civil no dia seguinte, apontados como autores do homicídio.

“Até quando vamos ficar esperando as radicais mudanças na política de segurança pública de Pernambuco? É preciso que o governo nos dê uma resposta sobre as causas que têm comprometido a eficácia do Pacto pela Vida e levado a este aumento da criminalidade”, cobrou a deputada.

Socorro Pimentel reforçou as solicitações enviadas anteriormente para o Secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho. Esses pedidos incluem o aumento do número de soldados da Polícia Militar no Sertão do Araripe, a implantação de uma Unidade da Companhia Independente da PM no município de Araripina e a ampliação das delegacias que funcionem 24 horas por dia em toda a região.