Polícia cumpre mandado de prisão contra homem em Ouricuri

Erivaldo Santana Ferreira, conhecido como “Erivaldo da Veia”, idade não informada, foi preso nessa quarta-feira (18) em Ouricuri, no Sertão do Araripe. A prisão foi realizada por Policiais Civis da Equipe Malhas da Lei da 201ª Delegacia de Polícia Civil da cidade.

Segundo a Polícia Civil local, o mandando de prisão foi expedido pelo Dr. Leonardo Batista Peixoto, juiz da comarca de Sertânia-PE através do processo nº 0350.48.2017.8.17.1390. Erivaldo é natural de Custódia-PE e continua a disposição da justiça na Cadeia Pública de Ouricuri.

Polícia detém quatro menores suspeitos de furtar escola em Araripina

Policiais Militares da Companhia de Araripina, no Sertão de Pernambuco, conseguiram deter nesta segunda-feira (09), quatro menores suspeitos de haver furtado vários materiais na Escola Prof. Manoel Bonifácio, na praça do ABC, Vila Santa Izabel. O fato ocorreu na sexta-feira (06), aproximadamente às 21 horas.

Segunda a Polícia, uma testemunha que se encontrava na praça, flagrou alguns adolescentes pulando o mudo da unidade escolar, entre os horários de 21h00 às 21h20 e conseguiu reconhecer um dos indivíduos.

A direção da escola entrou em contato com o policiamento, e relatou o fato ocorrido, bem como dados dos suspeitos. Diante dessas informações, os policiais fizeram diligências até a residência do menor das iniciais CDS, o qual disse que estava junto com os outros menores, mas que não tinha conhecimento do fato ocorrido.

Os policiais prosseguiram com as diligências e passaram nas residências dos outros suspeitos, aonde conduziu até a Delegacia de Polícia Civil da cidade para os devidos procedimentos legais. Nenhum material furtado foi encontrado ou recuperado. (Por Roberto Gonçalves)

Polícia Rodoviária Federal reforça fiscalização em estradas de PE, através da Operação 12 de Outubro

Polícia Rodoviária Federal em Pernambuco (PRF) dá início, nesta quarta-feira (11), aos trabalhos da ‘Operação 12 de Outubro’. Com ela, a corporação intensifica a fiscalização nas estradas que cortam o estado, até domingo (15). A ação no feriadão tem como objetivo ampliar a segurança de motoristas e passageiros, bem como melhorar a fluidez do trânsito e combater a criminalidade no estado.

A movimentação de veículos em direção ao Litoral Norte e Sul deverá ser ampliada pela BR-101. Também é esperado o aumento no fluxo do interior pelas BRs 232, 104, 316, 423 e 407.

Durante as abordagens, a PRF vai verificar a validade da documentação, a presença dos equipamentos obrigatórios, o estado de conservação do veículo e se todos utilizam o cinto de segurança. No caso das crianças, é necessário adotar o dispositivo de segurança adequado para cada faixa de idade.

Até um ano, deverá ser utilizado o bebê-conforto, de costas para o motorista; de um a quatro anos, é necessário o uso da cadeirinha; e de quatro a sete anos e meio, o assento de elevação. Crianças de até 10 anos devem ser transportadas no banco traseiro, com o cinto de segurança.

No período, a PRF pretende realizar ações específicas com foco no excesso de velocidade, nas ultrapassagens indevidas e no uso irregular de motocicletas. A fiscalização da embriaguez ao volante terá o apoio de equipes da operação Lei Seca, com a utilização de bafômetros em locais estratégicos das rodovias.

O Núcleo de Operações Especiais e os Grupos de Patrulhamento Tático estarão atuando durante o feriado. A Base de Operações Aéreas da PRF e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) farão plantões para realizar resgates. (Do G1)

Polícia prende no Ceará suspeito de matar travesti em Moreilândia

A polícia prendeu nesta quarta-feira (4) na cidade do Crato, no interior do Ceará, o suspeito de matar a travesti Pâmela Pamaneck, encontrada morta em 25 de setembro com marcas de violência em Moreilândia, em Pernambuco. De acordo a Polícia Civil de Ouricuri-PE, responsável pelo caso, José Luiz do Nascimento, de 55 anos (foto acima) atirou na vítima por causa de uma dívida.

O suspeito foi preso em casa, após o cumprimento de um mandado de prisão expedido pela Justiça de Pernambuco. Ele prestou depoimento na tarde desta quarta na delegacia de Ouricuri, onde permanece preso.

Pâmela Pamaniki tinha 29 anos e trabalhava como garota de programa há cerca de 10 anos. Ela foi vista viva pela última vez em Juazeiro do Norte, no interior do Ceará, um dia antes de ser encontrada morta, de acordo com o delegado Diogo Galindo.

A Polícia Civil não revelou detalhes do crime ou se o homicídio foi premeditado, mas afirmou ter “fortes indícios” de que o suspeito preso é o autor do crime.

Leia também:

Travesti é assassinado na zona rural de Moreilândia

mãe e um amigo da travesti Pâmela Pamaneck realizaram o reconhecimento do corpo no Instituto Médico Legal (IML) em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, um dia após o cadáver ter sido encontrado. (Do G1 Petrolina)

Policial que aderir a Greve Geral será punido, diz Governo de Pernambuco

Diante da informação de que os policiais civis de Pernambuco vão aderir à greve geral da próxima sexta-feira (28), o Governo do Estado se posicionou dizendo que caso os servidores paralisem vão responder disciplinarmente. O Secretário de Defesa Social, Ângelo Gioia, diz que a simples convocação por parte do Sindicato já é suficiente para que a Corregedoria adote as medidas cabíveis. “A lei não permite e a convocação por si só configura ato ilegal”, afirma.

Em Pernambuco, outras classes já se pronunciaram sobre a Greve Geral, articulada pelas Centrais Sindicais – CUT, CTB, CSP Conlutas, UGT, Força Sindical, Nova Central e Intersindical, com apoio das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.

Na sexta-feira (28) vai acontecer um ato público seguido de caminhada, com concentração, a partir das 14h, na Praça do Derby, área central do Recife, em protesto à Reforma na Previdência e Reforma Trabalhista. (Da Rádio Jornal)

Polícia Civil desarticula grupos criminosos em Araripina, Trindade e outras cidades do Sertão

policia-civilA Polícia Civil deflagrou nesta quinta-feira (22) a Operação denominada “Operação Águia” a qual tem o objetivo de desarticular grupos suspeitos de diversos crimes no Sertão.

A Operação Águia está cumprindo 19 mandados de prisão preventiva, sendo 11 contra presidiários, e sete mandados de busca e apreensão domiciliar nas cidades de Araripina, Trindade, Petrolina, Serrita, no Sertão de Pernambuco, e também em Marcolândia, no Piauí, e Juazeiro do Norte, no Ceará.

Os alvos são suspeitos de homicídios, roubos, estelionato, tráfico de drogas, associação criminosa, corrupção de menores e lavagem de dinheiro.

Cento e cinquenta e cinco policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães participam da operação. As investigações tiveram início há sete meses.

Polícia prende suspeitos de matar jovens de 19 anos em Petrolina

De acordo com informações da Polícia Civil, um dos suspeitos confessou o crime com riquezas de detalhes. Os homens conheciam a rotina das vítimas e tinham planejado um estupro que acabou não acontecendo. Os delegados responsáveis pelo caso, Sara Machado e Marceone Ferreira estão fazendo novos interrogatórios.

Um dos homens foi preso durante a madrugada dessa quinta-feira (8) e levado para a 1ª Delegacia de Polícia Civil, no bairro Ouro Preto, Zona Oeste da cidade. O segundo envolvido chegou durante a manhã na delegacia e foi cercado por populares. A polícia precisou conter a população que tentou invadir a delegacia. A BR-407, na Avenida Sete de Setembro, precisou ser parcialmente interditada.

Local do crime
O local onde foram encontrados os corpos de Taiane Rocha e Bruna Torres foi incendiado na terça-feira (6).De acordo com Marceone, o fogo foi provocado por populares. Ele descartou a hipótese de que o incêndio tenha sido provocado pelos possíveis suspeitos das mortes. “A população estava toda lá na hora do incêndio. Eles fizeram isso devido ao abandono da área. A vegetação estava alta e por isso colocaram fogo. Não tem relação com o autor do crime”, descartou. (Do G1/Petrolina)

Polícia investiga suspeita de envenenamento de três irmãs em PE

Uma mulher morreu, nessa segunda-feira (25), em Terra Nova, após ingerir uma comida e passar mal. Duas irmãs da vítima também comeram do alimento e foram socorridas em estado grave para o hospital local. A Polícia Civil investiga o caso como suspeita de envenenamento.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o irmão das vítimas disse em depoimento que todos os dias ajudava uma das irmãs a preparar a comida que era levada para o trabalho. Mas, segundo ele, na segunda (25), o almoço foi feito apenas pela irmã.

Testemunhas disseram que na hora do almoço uma das irmãs dividiu a comida com as outras duas e em seguida começaram a passar mal. Todas as vítimas foram socorridas para o hospital de Terra Nova. Uma delas morreu e as outras duas foram transferidas em estado grave para o hospital de Salgueiro.

A causa da morte está sendo investigada. A princípio, os médicos suspeitam de envenenamento. O material foi colhido pela Vigilância Sanitária e foi enviado para análise. (Do G1/Petrolina)

Polícia apresenta balanço final da ‘Operação Respeita Januário’

DELEGADOS, RESPEITA JANUÁRIO, OPERAÇÃO

A Polícia Civil apresentou, nesta quinta-feira (30), o balanço final da ‘Operação Respeita Januário’, deflagada na última terça-feira (28), nas cidades de Exu e Moreilândia, no Sertão de Pernambuco e em João Pessoa, na Paraíba. A apresentação ocorreu na 26ª Delegacia Seccional de Petrolina, também no Sertão do Estado e contou com a participação dos delegados Lamartine Fontes, Lívia Callou e Jairo Marinho.

Durante a ‘Operação Respeita Januário’ foram cumpridos 12 mandados de Prisão Preventiva, 32 mandados de Busca e Apreensão Domiciliar e um mandado de Sequestro de Bens contra integrantes de um grupo criminoso responsável pela prática de homicídios e tráfico de drogas.

De acordo com a delegada Lívia Callou, a operação começou no mês de março, com investigações na área de Exu, Moreilândia e que repercutiu no Estado da Paraíba. “Foram presas oito pessoas, porque existiam alvos com mais de um mandado. Apreendemos dinheiro, drogas, veículos utilizados para a prática delituosa, além de maquinário para a produção e separação de droga. Agora nós estamos focados em terminar os inquéritos policiais”, detalhou.

A delegada disse ainda como conseguiu chegar até a organização criminosa que agia na região. “Começamos investigando crimes de roubo e furtos no município de Exu e a partir dessas investigações, nós aprofundamos as diligências e conseguimos alargar um pouco mais os alvos.  O que inicialmente era roubo e furtos, passamos a investigar homicídios e tráfico de drogas. Eram crimes que no geral estavam interligados e com a participação de empresa de segurança privada e organizações criminosas. Os homicídios eram por vingança e pistolagem”, relatou.

Em João Pessoa, na Paraíba, foram realizadas duas prisões. No Estado a operação ficou sob responsabilidade do delegado Jairo Marinho. “Nos dirigimos para a cidade de João Pessoa, porque a princípio tinha um alvo lá. No domingo eu e minha equipe fomos até a cidade para localizar o suspeito. Ele foi encontrado na noite da segunda-feira (27). Contra ele existiam três mandados de prisão”.

O segundo suspeito foi preso também na cidade, pelo crime de homicídio, praticado em Exu. “Sabíamos que tinha uma segunda pessoa que tinha mandado de prisão em aberto desde 2011. Uma pessoa que cometeu o crime de homicídio contra o próprio irmão. Nós conseguimos o endereço e prendemos esse segundo suspeito”, explicou Jairo.

O delegado enfatizou ainda que os crimes foram cometidos em Exu, mas que após o delito, os suspeitos passaram a residir em João Pessoa, na Paraíba.

O delegado Lamartine Fontes,destacou a importância da operação. “É um trabalho muito importante, com oito pessoas presas. Pessoas que estavam envolvidas em assaltos, homicídios e tráfico de drogas na região de Exu e Moreilândia. É importantíssimo para que a gente possa reduzir os números de Crimes Violentos Letais e Intencionais e de roubos na região”, disse. (Do G1 Petrolina)

Governo de Pernambuco abre vagas para concurso das polícias Civil e Científica

policia civil

A Secretaria de Defesa Social do Estado de Pernambuco vai realizar concurso público para as Polícias Civil e Científica. O objetivo é preencher 966 vagas de cargos efetivos nas duas instituições. Os editais serão publicados nesta terça-feira (5) no Diário Oficial do Estado e o valor das inscrições variam de R$ 160 a R$200, de acordo com a função escolhida pelo candidato.

Na Polícia Civil, serão 950 cargos, destes, 500 são para agente, 100 para delegado e 50 para escrivão. Já nas 316 vagas da Polícia Científica, 40 são para médico legista, 56 para perito criminal, 51 para perito papiloscopista, 73 para auxiliar de legista e 96 para auxiliar de perito. A seleção terá duas etapas: a primeira será dividida em cinco fases que vão da prova de conhecimento a investigação social; na segunda, haverá a realização do curso de formação profissional, com duração média de cinco meses.

Após a posse, os novos servidores terão uma jornada de trabalho de 8 horas diárias ou 40 horas semanais. Para se candidatar as vagas do concurso será necessário preencher os requisitos do edital, pois cada uma apresenta um perfil diferenciado. No entanto, diploma de ensino superior reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e Carteira Nacional de Habilitação (CNH), são requisitos exigidos para todas as vagas.