Lula lidera intenções de voto com 65% em Pernambuco

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aparece na liderança da corrida presidencial em Pernambuco e, caso as eleições fossem hoje, ele estaria eleito com 65% dos votos, segundo pesquisa realizada pela Uninassau.

Logo em seguida, aparecem Jair Bolsonaro (PSC) e Marina Silva, empatados com 6%. Também aparecem empatados na preferência dos pernambucanos o governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), o senador mineiro Aécio Neves (PSDB) e Ciro Gomes (PDT). Michel Temer nem não pontuou.

O estudo, realizado entre os dias 23 e 24 de março junto a 2.014 eleitores de todo o Estado, possui margem de erro de 2,2% e o índice de confiança é de 95%. Lula também lidera na pesquisa espontânea, com 58,8%, sendo seguido por Jair Bolsonaro (5,1%), Marina Silva (3,3%) e pela presidente deposta Dilma Rousseff (1,5%). Outros 3,2% citaram outros candidatos e 1,1% não escolheu nenhum candidato. Os que não responderam ou não souberam responder somaram 27% dos entrevistados.

A pesquisa também aponta que a gestão de Michel Temer é reprovada por 91% dos pernambucanos, sendo aprovada por apenas 5% da população. Ele também é apontado como o pior presidente do Brasil.

Caixa eletrônico é explodido em Pernambuco

Uma unidade do banco Bradesco foi alvo de bandidos, com explosão de caixa eletrônico, na madrugada desta terça-feira (28), em Lagoa de Itaenga, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, a aproximadamente 65 quilômetros do Recife. Segundo os moradores, o crime aconteceu por volta das 3h30, com barulho de explosão.

Equipes da Polícia Militar foram acionadas e encaminhadas ao local. Não se sabe ainda quantas pessoas participaram da investida criminosa ou se conseguiram levar dinheiro dos caixas eletrônicos do local.

O posto bancário ficou completamente destruído após a investida. Nas imagens enviadas para o WhatsApp da TV Globo, é possível ver que o teto de gesso foi destruído e pedaços caíram no chão do posto. O G1 entrou em contato com o Bradesco, que informou que “está avaliando os danos ocorridos para reestabelecer o atendimento em Lagoa de Itaenga”. (G1 PE)

Governo de Pernambuco reitera parceria com grupo Sampaio em Granito

Em reunião na capital pernambucana (Recife) com o secretário da Casa Civil Dr. António Figueira e o Chefe de Gabinete do governador João Campos, filho do ex-governador Eduardo Campos, o Gerente Geral de Articulação Regional da Casa Civil do estado e liderança política no município de Granito, Maurílio Sampaio, garante o recurso para concluir a interligação  da Adutora Luiz Gonzaga (Adutora do Oeste ), a adutora local que vai levar água ao povoado de Lagoa Nova e outras comunidades de Granito.

Maurílio Sampaio é irmão do ex-prefeito de Granito, o médico Dr. Ronaldo Sampaio. Em conversa com o blog, ele garantiu que, o Governo de Pernambuco reiterou e confirmou a parceria com Granito e o seu grupo político, o qual é formado por ele (Maurílio), Dr. Ronaldo, pelo ex-prefeito Antonio de Zuíta, pelos vereadores, Breno Sampaio, Betim de Aírton , Alan e Vam Vam e tantas outras lideranças do município.

Segundo Maurílio, a obra quando concluída vai beneficiar em torno de 92 famílias no município e pontuou que, devido à estiagem que maltrata a região, a obra é muito importante para a comunidade.  “O governo vem fazendo tudo para diminuir essa triste realidade”, pontuou. Sampaio garantiu que vai continuar trabalhando e buscando melhorias para sua cidade, “Não e u resultado da eleição que vai nos fazer desistir de Granito, vamos continuar junto com nosso povo, firmes, fortes e pegados no serviço”, concluiu.

Governo de Pernambuco libera R$ 62,9 milhões para obras em municípios em 2016

novos-gestores

O Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), já liberou R$ 62,9 milhões para obras em municípios somente em 2016. Os recursos são oriundos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM). A informação foi divulgada nesta terça-feira (6/12) pelo secretário executivo de Apoio aos Municípios, Flávio Figueiredo, durante o Seminário Novos Gestores, em Gravatá, no Agreste. A gestão estadual é parceira da Associação Municipalista (Amupe) na realização do evento.

Os R$ 62,9 milhões liberados em 2016 são referentes ao FEM I (R$ 4 milhões), FEM II (R$ 50,7 milhões) e FEM III (R$ 8,2 milhões). Ao todo, as três edições do fundo somam R$ 732 milhões a serem injetados na economia pernambucana, envolvendo 1.104 planos de trabalho, dos quais 516 estão em andamento. Até o momento já foram repassados R$ 395,8 milhões aos municípios, sendo R$ 125 milhões somente na gestão Paulo Câmara (2015-2016).

O FEM foi criado em 2013 e visa a apoiar todos os municípios pernambucanos na implantação de projetos que contribuam para o desenvolvimento municipal e permitam a retomada da realização de investimentos cuja execução foi comprometida pelo atual momento de fragilidade das finanças municipais. Do valor total liberado por ano, 5% devem ser destinados a políticas públicas voltadas para as mulheres. A iniciativa foi batizada de FEM Mulher e criada na gestão do governador Paulo Câmara.

Os recursos do FEM repassados pelo Governo Estadual são equivalentes a uma cota média mensal do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) recebida por cada município no ano anterior e são liberados em parcelas, de acordo com o cronograma de execução das obras. O objetivo é que os recursos sejam aplicados em ações e obras importantes que melhorem a qualidade de vida da população e o desenvolvimento do município.

Número de assassinatos de mulheres aumenta 13,9% em Pernambuco

morte-mulheresNo Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher, a Secretaria da Mulher de Pernambuco (Secmulher-PE) divulgou que, de janeiro ao dia 23 de novembro deste ano, foram registrados ao menos 246 casos de assassinatos de mulheres em Pernambuco. O número, contabilizado a partir dos dados da Secretaria de Defesa Social (SDS), representa um aumento de 13,9%, se comparado ao mesmo período de 2015. No ano passado, no mesmo período, foram registrados ao menos 216 homicídios.

Apesar do aumento do número de homicídios desse tipo no estado, os casos de violência contra a mulher, não necessariamente letais, chegaram a diminuir 3%, de janeiro a outubro deste ano, com 38.968 casos contra os 40.318 registrados em 2015. O estado foi o único da região Nordeste que conseguiu a diminuição, ainda que leve, no quadro geral de violência contra a mulher, apesar do aumento na violência no estado.

Bianca Rocha, da diretoria Geral de Enfrentamento da Violência de Gênero da Secretaria da Mulher de Pernambuco (Secmulher-PE), explica que, houve um aumento no sentimento de insegurança em todo o Brasil, e, por isso, o órgão decidiu reeditar a campanha Basta de Violência contra a Mulher. A mobilização começa nesta sexta-feira (25), Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher, e segue até o dia 10 de dezembro, quando é celebrado o Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Campanha
A mobilização consiste na divulgação de informações sobre violência contra mulher e, especialmente, na divulgação dos equipamentos de proteção disponibilizados às vítimas desse tipo de crime, como o 190 Mulher, que por meio de cadastro prévio dá prioridade a quem sofre violência nas ocorrências da Polícia Militar (PM). O período faz parte de uma série de ações realizadas no mundo inteiro, conhecido como 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

Na campanha, foram escolhidas mulheres que, de fato, passaram pelo ciclo da violência e foram pelo estado. De acordo com Bianca, a baixa não deve ser comemorada, porque diariamente mulheres sofrem violência, mas, nos 10 anos da Lei Maria da Penha, várias ações têm sido criadas para dar assistência. “Temos quatro casas de abrigo para mulheres ameaçadas e 37 centros de referência no atendimento à mulher em situação de risco, além de outros 180 organismos de políticas para mulheres”, disse.

Fechando a programação dos 16 dias de ativismo, será realizado o Cine SecMulher-PE, nos dias 6, 7 e 8 de dezembro. A ação será promovida com reeducandas das colônias penais do Recife, de Abreu e Lima, na Região Metropolitana e de Buíque, no Agreste. (Do G1 Pernambuco)

Pernambucanos terão que informar raça ou cor em documentos público

A partir de agora, o cidadão terá que informar a raça ou cor em todos os documentos públicos de Pernambuco em que for necessário constar os seus dados. O decreto foi assinado pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), durante cerimônia no Palácio do Campos das Princesas, e deve ser publicado hoje (22) no Diário Oficial do estado. O prazo para implantação é de 90 dias.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Isaltino Nascimento, o quesito aparecerá em qualquer formulário usado para acessar um serviço público. É o caso da matrícula escolar, do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), do registro de ocorrências policiais. “Essa era uma reivindicação histórica do movimento negro pernambucano. A gente vai poder medir o grau de acesso das políticas e, à medida que o decreto for implementado, teremos a possibilidade de aferir quantos puderam ser atendidos”, afirmou Nascimento.

Na segurança pública, por exemplo, Pernambuco segue a linha nacional: a maior parte das vítimas de homicídio é de jovens negros. De acordo com o secretário, ainda existe uma subnotificação na área, porque a identificação da raça não era obrigatória. Sobre o fato de, mesmo incompleto, o dado já existente não ter resultado em políticas que revertessem de forma efetiva esse quadro, Isaltino Nascimento anunciou um novo programa que está em fase de negociação de recursos – US$ 180 milhões – com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e com o governo federal.

Ele disse que o estado aguarda a autorização do governo. “É um projeto chamado PE Seguro, com foco na redução da criminalidade de jovens negros de 15 a 24 anos”. O secretário informou que foram mapeados 18 municípios, onde estão 300 bairros em que foram assassinados 64% dos jovens nos últimos cinco anos. “O foco é garantir acesso à escolaridade, o que é um desafio porque muitos que estão hoje no sistema socioeducativo e no sistema prisional têm baixa escolaridade; garantir a inclusão produtiva e a qualificação profissional, e evitar a reincidência em crimes”, acrescentou.

O decreto foi assinado em uma cerimônia de entrega da medalha Solano Trindade (artista e militante histórico da causa negra, nascido no Recife), criada recentemente para reconhecer pessoas e instituições que contribuíram para o combate à discriminação racial no estado. A primeira edição homenageou Sony Santos (in memorian), Edvaldo Ramos, o Afoxé Alafin Oyó, Inaldete Pinheiro e Walfrido da Silva.

Professores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) entram em greve

ufpeNo início desta quarta-feira (16) os professores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) deflagraram greve por tempo indeterminado, com objetivo de reforçar a mobilização nacional contra a PEC 55, conhecida como PEC do teto dos gastos públicos, que está em tramitação no Senado.

A greve foi decidida em assembleia realizada na última sexta-feira (11), com uma votação apertada, sendo 367 votos a favor da greve e 347 contra.

Os docentes também protestam contra o Plano de Auxílio aos Estados e ao Distrito Federal e medidas de estímulo ao reequilíbrio fiscal. Para a categoria, as medidas trazem perda de direitos trabalhistas e cortes nas áreas de saúde e educação.

Escolas Estaduais iniciam matrícula para ano letivo de 2017

matriculas-rede-estadual-peComeça nesta quarta-feira (16) o processo de matrículas da Rede Estadual de Ensino para o ano de 2017. São 105.022 vagas para estudantes novatos nos ensinos fundamental e médio, disponíveis exclusivamente via cadastro online – através do site www.matricularapida.pe.gov.br – até o dia 30 de dezembro. As matrículas poderão ser feitas a partir das 7h.

São 19.031 vagas na capital, 21.592 na Região Metropolitana do Recife e 64.399 no interior. Do total, 39.143 são para o ensino fundamental, incluindo anos iniciais e finais, e 65.879 para o ensino médio, incluindo Educação de Jovens e Adultos (EJA). Das vagas oferecidas, 22.974 estão nas escolas em tempo integral da rede. Na Região Metropolitana, são 9.457 e outras 13.517 no interior do Estado. Estudantes vindos das redes municipais estão automaticamente matriculados e não precisarão participar do processo na internet.

As informações do cadastro deverão ser preenchidas até o final pelo pai ou responsável ou mesmo pelo próprio estudante, quando maior de 18 anos. São solicitadas informações como nome completo, data de nascimento, escola de origem, escola que pretende estudar (com série e turno), além dos dados do responsável. O número do protocolo gerado é a confirmação da matrícula e deve ser anotado ou impresso, para ser levado à escola no dia da entrega de documentos.

Informações

Para auxiliar o acesso ao sistema, um conjunto de escolas que têm laboratórios de informática com internet estará acessível para a comunidade escolar que não tem acesso à internet poder realizar a matrícula. Outras informações podem ser obtidas através do telefone: 0800 286 0086. O atendimento é de segunda a sábado, das 7h às 21h.

Profissionais do IML e IC paralisam atividades no Estado de Pernambuco

iml-ic-paralizam-greve-pe

Nesta quarta-feira (16) os profissionais do Instituto de Medicina Legal (IML) e do Instituto de Criminalística (IC) realizam um protesto de advertência de 12 horas contra o Governo de Pernambuco, reivindicando reajuste salarial e melhorias nas condições de trabalho. Segundo a Associação dos Peritos Criminais de Pernambuco, faltam luvas e sacos de proteção para recolhimento dos corpos.

Os peritos alegam que a Secretaria de Administração negociou com o Sinpol o estabelecimento de um cronograma de reajuste salarial com os agentes de polícia e correlatos até 2018, mas deixou os agentes de perícia de fora. O presidente do Sinpol, Rafael Cavalcante, explicou na época que a negociação realizada no dia 21 de outubro deste ano não contemplava os cargos de delegados, médicos legistas e peritos criminais.

Mesmo com a paralisação, alguns peritos vão atuar para liberar os corpos nos três IMLs localizados em Pernambuco. O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco estipula uma quantidade de corpos para serem liberados, por volta de seis por dia.

Veja quanto fica com cada município pernambucano após repatriação. Em Ouricuri o valor é R$ 2.079.546,19

dinheiroPrograma rendeu 50,9 bilhões. Valor deve chegar às prefeituras até segundo decênio de novembro, espera CNM

A Receita Federal informou nesta terça-feira, 1.º de novembro, que o programa de regularização de ativos no exterior, também conhecido como repatriação de recursos, trouxe de volta à economia brasileira R$ 169,9 bilhões. Desse total, foram arrecadados R$ 50,9 bilhões, referentes ao Imposto de Renda (IR) e multa da formalização dos valores. O prazo para regularizar os ativos encerrou no dia 31 de outubro.

Um balanço divulgado pelo secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, revela que 25.114 contribuintes apresentaram a Declaração de Regularização Cambial e Tributária (Dercat). Ao todo, foram 25.011 pessoas físicas e 103 de pessoas jurídicas.

As pessoas físicas regularizaram R$ 163,875 bilhões em ativos no exterior, o que correspondeu  a R$ 24,581 bilhões em IR e de R$ 24,580 bilhões de multa pela regularização. No caso das pessoas jurídicas, o montante regularizado em ativos soma R$ 6,064 bilhões, dos quais R$ 909,739 milhões são referentes ao Imposto de Renda e R$ 909,738 milhões referentes à multa.

Entenda

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) explica que o valor repatriado é diferente do valor arrecadado. O primeiro refere-se ao montante declarado pelo contribuinte ao governo federal, e portanto, trazido ao Brasil. Já o valor arrecadado é o valor obtido pelo governo com a aplicação das devidas multas.

Sobre o valor repatriado incide uma alíquota de 30%, dos quais metade são referentes à multa e a outra metade referente ao Imposto de Renda. Estados e Municípios têm direito a receber apenas o montante obtido com o IR. Ou seja, apenas R$ 24,580 bilhões são direcionados à partilha com os entes subnacionais. A multa fica inteiramente com a União.

A partilha dos valores do IR respeitam os percentuais do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e, por isso, os Municípios receberão 22,5% desse valor, o que equivale a R$ 5,726 bilhões. Um pequeno montante de R$ 332 milhões de repatriação já foi pago no último decêndio de outubro. A expectativa é de que os valores restantes sejam repassados às prefeituras até o segundo decêndio de novembro, juntamente aos valores normais repassados de FPM.

A entidade elaborou uma projeção dos valores brutos destinados aos Municípios. Serra Talhada, por exemplo, fica com pouco mais de R$ 2 milhões e 400 mil. Afogados da Ingazeira, quase R$ 1 milhão e 400 mil. Ingazeira, pouco mais de R$ 500 mil.

Importante lembrar que o valor é bruto, ou seja, sem o desconto de 20% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Confira abaixo lista de municípios sertanejos levam com o repasse. Para ver a listagem completa de Pernambuco, clique aqui.