Presos matam colega de cela e forjam suicídio na Penitenciária de Petrolina, mas polícia descobre e identifica autores

Foto: reprodução

Um detento foi encontrado morto na Penitenciária Dr. Edvaldo Gomes, em Petrolina, na manhã do domingo (9). Quando os investigadores da Polícia Civil (PC) chegaram ao local – a cela 17 do Pavilhão A – encontraram a vítima, de 26 anos, enforcada. O detento estava pendurando em uma grade com um lençol envolta do pescoço, mas a PC desconfiou que o caso não se tratava de suicídio, pois a vítima estava com escoriações pelo corpo.

No boletim da PC consta que companheiros de cela da vítima e presos da cela vizinha foram ouvidos e chegou-se na confissão dos dois autores, esclarecendo o crime. Foi descoberto que o homem foi enforcado na noite anterior, sábado (8), com uma toalha, e posteriormente pendurado na grade com um lençol. A PC disse que o crime foi motivado porque a vítima havia violado regras impostas pelos detentos. (Carlos Brito)