Governo do Piauí lança edital de concurso do Corpo de Bombeiros com 110 vagas

O Governo do Piauí lançou esta semana o edital para concurso público do Corpo de Bombeiros com 110 vagas. O certame é uma retificação do concurso anterior, regido pelo edital n° 01/2014, que foi cancelado por causa da descoberta de fraudes.

As inscrições serão abertas no próximo dia 18 e seguem até o dia 6 de outubro, através do site do NUCEPE (Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos), organizador do certame. Os cadastros custam R$ 70,00.

Com salário inicial de R$ 3.100, o concurso vai abrir 100 vagas para candidatos do sexo masculino e 10 para o sexo feminino. Na primeira etapa, além da prova objetiva, também será aplicada uma redação dissertativa. Estão mantidas as inscrições dos candidatos do concurso anulado.

Folha de São Paulo diz que Fernando Filho disputará Governo de Pernambuco pelo DEM

A Folha de São Paulo divulgou que está praticamente certa a ida do ministro de Minas e Energia e deputado federal licenciado, Fernando Filho, para o Democratas.

Atualmente no PSB, o filho do senador Fernando Bezerra Coelho é muito próximo do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), e já deu sinais que deseja disputar o Governo de Pernambuco em 2018.

Para alcançar seu objetivo, Fernando Filho começou a buscar apoio de seus conterrâneos no governo de Michel Temer, o ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), e o ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB).

Policial que aderir a Greve Geral será punido, diz Governo de Pernambuco

Diante da informação de que os policiais civis de Pernambuco vão aderir à greve geral da próxima sexta-feira (28), o Governo do Estado se posicionou dizendo que caso os servidores paralisem vão responder disciplinarmente. O Secretário de Defesa Social, Ângelo Gioia, diz que a simples convocação por parte do Sindicato já é suficiente para que a Corregedoria adote as medidas cabíveis. “A lei não permite e a convocação por si só configura ato ilegal”, afirma.

Em Pernambuco, outras classes já se pronunciaram sobre a Greve Geral, articulada pelas Centrais Sindicais – CUT, CTB, CSP Conlutas, UGT, Força Sindical, Nova Central e Intersindical, com apoio das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.

Na sexta-feira (28) vai acontecer um ato público seguido de caminhada, com concentração, a partir das 14h, na Praça do Derby, área central do Recife, em protesto à Reforma na Previdência e Reforma Trabalhista. (Da Rádio Jornal)

Gildejânio Melo diz que está na expectativa de melhora do governo Ricardo Ramos em Ouricuri

O vereador Gildejânio Melo (PSD) afirmou ao blog que está torcendo para que o prefeito de Ouricuri, Ricardo Ramos (PSDB), acerte nesse mandato, afirmando que ele, o prefeito, foi derrotado no passado porque algo aconteceu de errado.

Gildejânio desmentiu os rumores de rompimento entre o Grupo Melo e o grupo do prefeito Ricardo, como também disse ser inverídica as informações que circulam na cidade, as quais apontam para uma possível renuncia do mesmo ao seu cargo no legislativo.

Quando questionando sobre se ele está satisfeito com a administração do atual prefeito, Gildejânio disse: “Nós estamos na expectativa de uma melhora, eu acredito que ele irá acertar, estamos vendo que está começando várias obras e a gente está aguardando”.

Gildejânio Melo está no terceiro mandato consecutivo e é irmão da vice-prefeita, Doutora Gildevânia Melo.

Governo de PE decreta situação de emergência em 56 cidades do Sertão; Ouricuri e todo o Araripe na lista

A estiagem que atinge os municípios do Sertão pernambucano chegou a uma situação ainda mais extrema. Nesta terça-feira (4), o governo de Pernambuco, por meio de publicação no Diário Oficial, decretou estado de emergência em 56 municípios da região pelo prazo de 180 dias.

Ainda conforme a publicação, o poder executivo municipal e os órgãos estaduais de Afogados da Ingazeira, Afrânio, Araripina, Arcoverde, Belém do São Francisco, Betânia, Bodocó, Brejinho, Cabrobó, Calumbi, Carnaíba, Carnaubeira da Penha, Cedro, Custódia, Dormentes, Exu, Flores, Manari, Mirandiba, Moreilândia, Orocó, Ouricuri, Parnamirim, Petrolândia, Petrolina, Quixaba, Salgueiro, Santa Cruz, Santa Cruz da Baixa Verde, Santa Filomena, Santa Maria da Boa Vista, Santa Terezinha, São José do Belmonte, São José do Egito, Floresta, Granito, Ibimirim, Iguaracy, Inajá, Ingazeira, Ipubi, Itacuruba, Itapetim, Jatobá, Lagoa Grande Serra Talhada, Serrita, Sertânia, Solidão, Tabira,Tacaratu, Terra Nova, Trindade, Triunfo, Tuparetama e Verdejante tomarão medidas para estabelecer a normalidade desses municípios. O decreto é embasado na falta de água, nas perdas na agropecuária e a precariedade da população da região.

Monitoramento da seca

Em Pernambuco, as poucas chuvas que ocorreram no mês de fevereiro ficaram abaixo da média em todo o Estado, conforme a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac). A falta de precipitações resultou numa seca de severidade Extrema (S3) no litoral e de severidade Excepcional (S4), no Sertão e Agreste pernambucano no mês de fevereiro. Em relação aos impactos, estes continuam sendo de curto e longo prazo (CL) em todo o Estado.

Com a decretação do estado de emergência o poder executivo poderá adotar medidas para combater a seca em caráter mais rápido do que o normal. O decreto é baseado no parecer técnico emitido pela Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco e documentos dos formulários de Informação do Desastre (FIDE). (JC Online)

Governo Temer é aprovado por 10% e reprovado por 55%

Pesquisa divulgada nesta sexta-feira (31) mostra os seguintes percentuais de avaliação do governo do presidente da República, Michel Temer (PMDB):

  • Ótimo/bom: 10%
  • Regular: 31%
  • Ruim/péssimo: 55%
  • Não sabe/não respondeu: 4%

O levantamento do Ibope, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi realizado entre os dias 16 e 19 de março e ouviu 2.000 pessoas em 126 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O nível de confiança da pesquisa divulgada nesta quarta, segundo a CNI, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

Esta é a primeira pesquisa Ibope encomendada pela CNI divulgada neste ano. No último levantamento, de dezembro de 2016, Temer aparecia com aprovação de 13% dos entrevistados, enquanto 46% consideravam o governo “ruim/péssimo” e 35%, “regular” – à época, 6% não souberam opinar ou não responderam.

Desde que Temer se tornou presidente efetivo, após o impeachment de Dilma Rousseff ser aprovado pelo Congresso Nacional, esta é a terceira pesquisa Ibope encomendada pela CNI (as anteriores foram divulgadas em dezembo e em outubro de 2016; houve uma em julho do ano passado, mas ele ainda era presidente em exercício).

Maneira de governar

A pesquisa divulgada também avaliou a opinião dos entrevistados sobre a maneira de governar do presidente da República:

  • aprovam: 20%
  • desaprovam: 73%
  • não souberam ou não responderam: 7%

No levantamento divulgado em 16 de dezembro, 26% aprovavam; 64% desaprovavam; e 10% não souberam ou não responderam.

Confiança

Outro ponto questionado pelo Ibope foi sobre a confiança dos entrevistados em relação ao presidente.

De acordo com a pesquisa divulgada nesta sexta, 17% dos entrevistados disseram confiar em Temer, enquanto 79% afirmaram não confiar; 3% não souberam ou não responderam.

Comparação com governo Dilma

A pesquisa Ibope também pediu aos entrevistados que comparassem as gestões de Temer e da antecessora, Dilma Rousseff, na Presidência da República.

Segundo o levantamento, 18% dos entrevistados consideram o governo do peemedebista melhor; 38%, igual; 41%, pior; e 3% não souberam ou não responderam.

Sobre as perspectivas em relação ao “restante do governo”, 14% responderam “ótimo/bom”; 28%, “regular”; 52%, “ruim/péssimo”; e 6% não souberam ou não responderam.

Notícias mais lembradas

O Ibope questionou ainda os entrevistados sobre a percepção deles em relação ao noticiário relativo ao governo Temer.

Para 12%, as notícias nos últimos meses foram “mais favoráveis”; para 21%, “nem favoráveis, nem desfavoráveis”; para 54%, “mais desfavoráveis”; e 12% não souberam ou não responderam.

A pesquisa traz ainda as notícias mais lembradas pelos entrevistados (veja abaixo as cinco mais citadas):

  • 26%: “Discussões sobre a reforma da Previdência”;
  • 9%: “Notícias sobre Operação Lava Jato/Investigação de corrupção na Petrobras/Petrolão”;
  • 5%: “Notícias sobre corrupção no governo (sem especificar)”;
  • 4%: “Notícias sobre manifestações pelo Brasil (sem especificar)”;
  • 3%: “Notícias sobre greves e paralisações pelo Brasil (sem especificar)”. (Do G1 Política)

Governo de Pernambuco anuncia reajustes entre 25% e 40% para PMs e Bombeiros

O Governo do Estado vai enviar à Assembleia Legislativa (Alepe), na próxima segunda-feira, o projeto de lei complementar que prevê o reajuste salarial de policiais e bombeiros militares. A proposta é de um aumento entre 20% a 40%, parcelado em três vezes até dezembro de 2018, a depender do posto dos servidores. A Associação de Cabos e Soldados (ACS-PE) reagiu mal aos valores, anunciados na noite desta sexta-feira (3).

Pela proposta, um soldado, que atualmente ganha R$ 3.219,88, passará a ganhar R$ 4.104,88 no fim do próximo ano. Já o soldo de um coronel passará de R$ 16.576,08 para R$ 23.238 nesse mesmo período. A primeira parte começa a ser paga a partir de maio de 2017, e a segunda, em abril de 2018.

De acordo com o Governo do Estado, os valores visam “o incentivo à carreira militar, com uma estruturação que levará à criação de 300 novas vagas de subtenente (200 em 2017 e 100 em 2018) e 18 vagas de coronéis (12 em 2017 e 6 em 2018)”. O topo da carreira dos graduados (subtenente) e dos oficiais (coronel) terá um reajuste médio de 25%.

Ainda segundo o Governo, a proposta foi fechada após 17 reuniões entre os comandantes-gerais da Polícia Militar (PM) e do Corpo de Bombeiros e outros representantes da gestão estadual. Representará um acréscimo de R$ 303 milhões à folha de pagamento de 2017.

O Palácio do Campo das Princesas ainda afirmou, em nota, que o reajuste é “um grande esforço financeiro para os cofres estaduais, no maior acordo de valorização funcional da história de Pernambuco, no momento em que o Brasil passa pela maior crise financeira da história, da qual o nosso Estado não está imune” e que “Pernambuco será um dos primeiros estados do Brasil a priorizar a equiparação entre as corporações militares e a Polícia Civil, que será atingida no final de 2018″.

Subcomandante da PM, o coronel Adalberto Freitas afirmou que a proposta representa “conquistas positivas” e que espera que os servidores a recebam dessa maneira.

Governo de Pernambuco reitera parceria com grupo Sampaio em Granito

Em reunião na capital pernambucana (Recife) com o secretário da Casa Civil Dr. António Figueira e o Chefe de Gabinete do governador João Campos, filho do ex-governador Eduardo Campos, o Gerente Geral de Articulação Regional da Casa Civil do estado e liderança política no município de Granito, Maurílio Sampaio, garante o recurso para concluir a interligação  da Adutora Luiz Gonzaga (Adutora do Oeste ), a adutora local que vai levar água ao povoado de Lagoa Nova e outras comunidades de Granito.

Maurílio Sampaio é irmão do ex-prefeito de Granito, o médico Dr. Ronaldo Sampaio. Em conversa com o blog, ele garantiu que, o Governo de Pernambuco reiterou e confirmou a parceria com Granito e o seu grupo político, o qual é formado por ele (Maurílio), Dr. Ronaldo, pelo ex-prefeito Antonio de Zuíta, pelos vereadores, Breno Sampaio, Betim de Aírton , Alan e Vam Vam e tantas outras lideranças do município.

Segundo Maurílio, a obra quando concluída vai beneficiar em torno de 92 famílias no município e pontuou que, devido à estiagem que maltrata a região, a obra é muito importante para a comunidade.  “O governo vem fazendo tudo para diminuir essa triste realidade”, pontuou. Sampaio garantiu que vai continuar trabalhando e buscando melhorias para sua cidade, “Não e u resultado da eleição que vai nos fazer desistir de Granito, vamos continuar junto com nosso povo, firmes, fortes e pegados no serviço”, concluiu.

Governo autoriza pagamento do Garantia Safra em Exu, Bodocó e Santa Filomena

Essa semana foi publicado no Diário Oficial da União (DOU), pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário, a Portaria de número 039/2017 que autoriza o pagamento dos benefícios relativos à Garantia Safra 2015/2016.

Os pagamentos devem ser feitos a partir deste mês, nas mesmas datas definidas pelo calendário de pagamento de benefícios sociais da Caixa Econômica Federal. Terão acesso ao benefício os agricultores que aderiram ao programa.

Entre os municípios do Sertão pernambucanos contemplados estão: Serra Talhada, Exu, Bodocó, Petrolina, Itacuruba, Serrita, Custódia, Santa Cruz da Baixa Verde e Santa Filomena. Ao todo foram beneficiados 92 municípios dos estados de Pernambuco, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Piauí e Sergipe. (Blog do Roberto)

Governador de PE autoriza aumento e promoções para polícias Civil e Científica

Em um momento delicado por conta da queda de braço com a Polícia Militar, o Governo de Pernambuco sancionou lei complementar que autoriza aumentos salariais e promoções para as polícias Civil e Científica. O acordo prevê aumentos já a partir de janeiro deste ano e também em 2018.

Um delegado, por exemplo, passa a receber um salário base de R$ 15.452, 07. Daqui a um ano, o valor subirá para R$ 17.769,89. Em dezembro de 2018, está previsto mais um aumento. O salário será de R$ 19.793,57. Isso para os delegados de primeira classe.

Os delegados especiais terão aumentos ainda maiores. A partir deste mês receberão pouco mais de R$ 19 mil. Em dezembro de 2018, o salário já ultrapassará R$ 26 mil. No total, três aumentos em menos de dois anos.

Os cargos de perito criminal e médico legista também terão três aumentos previstos pela lei complementar aprovada pelo governador Paulo Câmara. Passam a receber neste mês, bruto, R$ 4.578,82. Mas, daqui a um ano, o aumento será de 6% no valor atual. Em dezembro de 2018, haverá mais um aumento, entre 5% e 10%.

Todas as mudanças aprovadas para as polícias Civil e Científica foram publicadas no Diário Oficial do sábado (07).

Negociações com a PM

Enquanto isso, comandantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros negociam com o Governo do Estado aumentos salariais para a categoria e também melhores condições de trabalho. As associações dos militares pedem equiparação de salários com a Civil, mas o Governo já sinalizou que isso não será possível. A previsão é que até a primeira semana de fevereiro o impasse chegue ao fim.

Uma das propostas em análise é o aumento no valor das horas extras pagas aos policiais, no Programa de Jornada Extra (PJEs).

Os policiais militares estão em operação padrão há mais de um mês, o que tem trazido prejuízos para a segurança do Estado. (Do JC Online)