Polícia Rodoviária Federal reforça fiscalização em estradas de PE, através da Operação 12 de Outubro

Polícia Rodoviária Federal em Pernambuco (PRF) dá início, nesta quarta-feira (11), aos trabalhos da ‘Operação 12 de Outubro’. Com ela, a corporação intensifica a fiscalização nas estradas que cortam o estado, até domingo (15). A ação no feriadão tem como objetivo ampliar a segurança de motoristas e passageiros, bem como melhorar a fluidez do trânsito e combater a criminalidade no estado.

A movimentação de veículos em direção ao Litoral Norte e Sul deverá ser ampliada pela BR-101. Também é esperado o aumento no fluxo do interior pelas BRs 232, 104, 316, 423 e 407.

Durante as abordagens, a PRF vai verificar a validade da documentação, a presença dos equipamentos obrigatórios, o estado de conservação do veículo e se todos utilizam o cinto de segurança. No caso das crianças, é necessário adotar o dispositivo de segurança adequado para cada faixa de idade.

Até um ano, deverá ser utilizado o bebê-conforto, de costas para o motorista; de um a quatro anos, é necessário o uso da cadeirinha; e de quatro a sete anos e meio, o assento de elevação. Crianças de até 10 anos devem ser transportadas no banco traseiro, com o cinto de segurança.

No período, a PRF pretende realizar ações específicas com foco no excesso de velocidade, nas ultrapassagens indevidas e no uso irregular de motocicletas. A fiscalização da embriaguez ao volante terá o apoio de equipes da operação Lei Seca, com a utilização de bafômetros em locais estratégicos das rodovias.

O Núcleo de Operações Especiais e os Grupos de Patrulhamento Tático estarão atuando durante o feriado. A Base de Operações Aéreas da PRF e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) farão plantões para realizar resgates. (Do G1)

Em convenção do PSDB de Araripina, Bringel lança filho para federal

O PSDB de Araripina realizou domingo sua convenção e elegeu o vice-prefeito Bringel Filho para presidente. O pai, Emanuel Bringel, ex-prefeito e ex-deputado estadual, lançou o filho para federal dizendo que o Araripe precisa de alguém no Congresso Nacional.

No ano passado Bringel Filho foi candidato ao cargo de vice-prefeito de Araripina/PE pelo PSDB, sendo eleito na chapa que foi encabeçada pelo prefeito Raimundo Pimentel (PSL).

Em 2012 ‘Bringelzinho’ foi eleito Vereador em Araripina pelo PSDB na coligação União por Araripina com 1.943 votos (4,71%). (Por Roberto Gonçalves)

Projeto de Lei de deputado é aprovado para criação de Universidade no Araripe

Está prestes a sair do papel a criação de uma Universidade Federal no Sertão do Araripe, que é uma região extremamente carente de atuação de instituições educacionais federais. Isso porque um Projeto de Lei (PL), de autoria do deputado federal Kaio Maniçoba (PMDB) para criar a Universidade Federal do Araripe foi aprovado, ontem (quarta-feira, 05), na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados.

Este Projeto de Lei contará com a relatoria do deputado Augusto Coutinho e agora, seguirá para a Comissão de Educação; Finanças e Tributação e Constituição e Justiça e de Cidadania.

Uma das bandeiras que faço questão de levantar é a da Educação, pois sei que, por meio dela, vidas podem ser transformadas e sonhos realizados”, enfatizou Maniçoba.

A Universidade Federal do Araripe ministrará ensino superior, desenvolverá pesquisas nas diversas áreas do conhecimento e promoverá a extensão universitária, caracterizando sua inserção regional mediante atuação multicampi, beneficiando milhares de cidadãos dos municípios das mesorregiões do Sertão Pernambucano, do Sul Cearense, e do Sudeste Piauiense. (Por Magno Martins)

É aprovada implantação da Universidade Federal do Araripe em Araripina

Projeto-de-Lei-Autoriza-o-Poder-Executivo-a-instituir-a-Universidade-Federal-do-Araripe-1-640x384

Foi publicado no Diário Oficial da União nesta quarta-feira 31 de agosto de 2016, com data para inicio das obras em 01 de janeiro de 2017 e termino em 31 de dezembro de 2019, no valor de R$ 200.000.000, a implantação da tão sonhada Universidade do Araripe.

Incrível! Apesar da cidade de Ouricuri estar situada no centro do Araripe, a Universidade Federal do Araripe será instituída na cidade de Araripina. Isso mostra o quanto estamos vulneráveis quanto a pulso forte na política de Ouricuri.

Veja abaixo o projeto na integra:

PROJETO DE LEI Nº , DE 2016 (Do Sr. Kaio Maniçoba) Autoriza o Poder Executivo a instituir a Universidade Federal do Araripe.

O Congresso Nacional decreta: Art. 1º Fica o Poder Executivo autorizado a instituir a Fundação Universidade Federal do Araripe, vinculada ao Ministério da Educação, com sede na cidade de Araripina, no Estado de Pernambuco. Parágrafo único. A Fundação Universidade Federal do Araripe terá por objetivo ministrar ensino superior, desenvolver pesquisa nas diversas áreas do conhecimento e promover a extensão universitária, caracterizando sua inserção regional mediante atuação multicampi nos municípios das mesorregiões do Sertão Pernambucano, no Estado de Pernambuco, do Sul Cearense, no Estado do Ceará, e do Sudeste Piauiense, no Estado do Piauí.

Art. 2o A Fundação Universidade Federal do Araripe adquirirá personalidade jurídica a partir da inscrição de seu ato constitutivo no registro civil das pessoas jurídicas, do qual será parte integrante seu estatuto aprovado pela autoridade competente.

Art. 3o O patrimônio da Fundação Universidade Federal do Araripe será constituído pelos bens e direitos que venha a adquirir, incluindo os bens que lhe venham a ser doados pela União, Estados, Municípios e por outras entidades públicas e particulares. 2 Parágrafo único. A Fundação Universidade Federal do Araripe só receberá em doação bens livres e desembaraçados de quaisquer ônus, inclusive dos decorrentes de demandas judiciais.

Art. 4o Fica o Poder Executivo autorizado a transferir para a Fundação Universidade Federal do Araripe os bens imóveis integrantes do patrimônio da União, localizados nos municípios inseridos nas mesorregiões de atuação previstas no parágrafo único do art. 1º, e considerados necessários ao funcionamento da nova universidade.

Art. 5o Os recursos financeiros da Fundação Universidade Federal do Araripe serão provenientes de: I – dotação consignada no orçamento da União; II – auxílios e subvenções que lhe venham a ser concedidos por quaisquer entidades públicas ou particulares; III – remuneração por serviços prestados a entidades públicas ou particulares; IV – operações de créditos e juros bancários; V – receitas eventuais. Parágrafo único. A implantação da Fundação Universidade Federal do Araripe fica sujeita à existência de dotação específica no orçamento da União.

Art. 6 o Na fase de transição para sua implantação, a Fundação Universidade Federal do Araripe poderá contar com a colaboração de pessoal docente e técnico-administrativo, em caráter de cessão ou empréstimo por parte de governos municipais e estaduais.

Art. 7 o Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

JUSTIFICAÇÃO

O presente projeto de lei tem por objetivo estimular o processo de interiorização das oportunidades de acesso à educação superior 3 de qualidade oferecida pela rede federal de ensino. O Sertão Pernambucano, o Sul Cearense e o Sudeste Piauiense constituem área de rincões profundos do Brasil cujo desenvolvimento requer, com toda certeza, a existência de possibilidades para que seus jovens frequentem cursos superiores que lhes forneçam formação profissional de elevado padrão. A nova universidade ora proposta beneficiará 41 municípios pernambucanos, onde vivem mais de 1 milhão de pessoas; 25 municípios cearenses, com quase 900 mil habitantes; e 66 municípios piauienses, com população superior a 500 mil. É verdade que, no sul do Ceará, já se encontra em funcionamento a Universidade Federal do Cariri, criada em 2013, por desmembramento da Universidade Federal do Ceará. Mas, como já demonstrado, a imensidão da região, reunindo três estados da Federação, a dimensão da população atendida e a possibilidade de complementaridade de atuação no ensino, na pesquisa e na extensão recomendam a existência da universidade a que se refere o presente projeto de lei. Há inclusive espaço para o surgimento de outras instituições, tal a magnitude das carências de oportunidades de formação superior de qualidade no interior nordestino. Cumpre destacar que, recepcionando emenda de iniciativa deste Parlamentar, o Plano Plurianual da União para o período 2016- 2019, instituído pela Lei nº 13.249, de 2016, prevê a destinação de R$ 200 milhões para a instalação da Universidade Federal do Araripe. Estou convencido de que esta proposição terá seu mérito reconhecido pelos ilustres Pares, assegurando o apoio necessário para sua aprovação. (Do Blog Ouricuri em Foco)

Sala das Sessões, em 17 de fevereiro de 2016.

Deputado KAIO MANIÇOBA