Diretor da Fetape, Ferrinho, diz que governo estuda cobrar taxa mensalmente de poços em Pernambuco

Em entrevista ao Blog do Cariri Filho e ao Programa Tribuna do Povo na Rádio Cultura FM de Ouricuri na segunda-feira (13), Ferrinho do Sindicato, ele que faz parte da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município e é diretor de Meio Ambiente da Fetape, afirmou que a APAC está realizando estudos nos municípios pernambucanos com o objetivo de cobrar taxa de todas as águas que estão nas bacias dos rios.

Segundo Ferrinho, barragens e poços artesianos que tenham vasão maior que 3 mil litros e que tenham profundidade maior que 50 metros, que foram ou não construídos pela Codevasf também terão que pagar uma taxa ao governo do estado.

Confira os detalhes no áudio: