Portal de entrada da cidade de Ouricuri cai no abandono do prefeito Ricardo Ramos

A placa de boas vindas à cidade de Ouricuri, no Sertão do Araripe, sentido Santa Cruz/Ouricuri, está caindo aos pedaços, é o que mostra a imagem que foi enviada ao blog através de um internauta da cidade no último sábado (16).

O internauta que preferiu não ter sua identidade revelada no blog, por medo de represálias do governo municipal, declarou que é triste ver sua cidade abandonada em pleno mês dezembro, época de confraternizações e de celebração do nascimento de cristo e desabafa, “não entendo o porque do tamanho descaso, quem deveria cuidar da cidade, das entradas da cidade que é o caso,  não está dando a minima para a nossa querida Ouricuri. A terra dos Voluntários da Pátria continua esquecida, sem gestão voltada pra sua gente”.

O leitor continuou a dizer, “Ouricuri merece respeito, não existe uma luz natalina em toda a cidade, nada que lembre o nascimento de cristo, parece que essa data nada representa para o gestor do município”.

2 ideias sobre “Portal de entrada da cidade de Ouricuri cai no abandono do prefeito Ricardo Ramos

  1. Irresistível não comentar, se ele estiver prestando conta direitinho do administrativo e financeiro, e não matando os profissionais de educação, saúde e segurança através de descaso, já é suficiente . Pois Natal e um momento pra se viver em família e cada um tem a família bem especial que merece.E melhor ainda quando nos cuidamos como um todo, família ouricuriense. Abraços.Saudades de todos. Feliz natal e feliz ano novo.

  2. sem contar que os coitados que têm contratos na educação já fazem 4 meses que não recebem, será que irão passar a ceia de natal lisos, enquanto os cargos comissionados estão todos em dias,será que os contratados não comem e nem pagam dívidas, isto é uma vergonha prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.