IBGE diz que Ouricuri perde o título de Capital do Araripe para Araripina

O município mais central do Araripe Pernambucano sofreu perdas ao longo dos anos em razão da pouca influência política comparada a Araripina.

Recentemente o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE divulgou nova divisão geográfica com foco nas articulações políticas, sociais e econômicas do Brasil revisando divisão feita em 1990 e confirmou o que a população de Ouricuri já identificou: Ouricuri vem caindo ao longo dos anos e perdeu seu status regional de capital do Araripe. O IBGE, sem alterar as regiões político-administrativa de cada Estado, subdividiu em 2017 os municípios em regiões intermediárias e em regiões imediatas (https://www.ibge.gov.br/apps/regioes_geograficas/). No caso de Pernambuco, o Estado foi dividido em quatro regiões geográficas intermediárias, a saber: Recife, Caruaru, Serra Talhada e Petrolina.

De acordo com o Portal MundoGeo (http://mundogeo.com/blog/2017/06/30/ibge-divulga-nova-divisao-territorial-com-foco-nas-articulacoes-regionais/ acesso em 09/07/2018/), as regiões geográficas imediatas “são estruturadas a partir de centros urbanos próximos para a satisfação das necessidades imediatas das populações, tais como: compras de bens de consumo, busca de trabalho, procura por serviços de saúde e educação e prestação de serviços públicos, como postos de atendimento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), do Ministério do Trabalho e de serviços judiciários, entre outros”.

Já as Regiões Intermediárias “articulam as Regiões Geográficas Imediatas de funções urbanas de maior complexidade, como serviços médicos especializados ou grandes universidades”, como é o caso de Petrolina. O Sertão do Araripe, agora para o IBGE, é a região imediata de Araripina, a qual pertence a Região Intermediária de Petrolina. Desse modo, como se observa da imagem seguinte, a principal cidade do Araripe para o IBGE é Araripina. Isso decorre diretamente de uma movimentação política em torno de Araripina, apesar de ficar mais distante do que Ouricuri da maioria dos Municípios da microrregião.

Ao longo dos anos a população de Ouricuri e suas cidades mais próximas (Santa Cruz, Santa Filomena, Trindade e Bodocó) sentiram a perda de equipamentos públicos para Araripina, como o caso da Justiça do Trabalho, sede da OAB, Faculdade de Direito, SESI, Hemodiálise (apesar de Araripina não possuir UTI), Delegacia Regional de Polícia Civil, dentre outras estruturas.

Situação oposta a Ouricuri ocorreu com Serra Talhada que em breve terá voos regulares para a Capital pernambucana (lembrando que Ouricuri já teve, mas perdeu. Hoje no local do Aeroporto apenas uma área abandonada que uma vez por ano se realiza uma festa dançante).

Com a passividade da população de Ouricuri e um orgulho vazio que não reelege prefeito, apesar de trocar de famílias (Coelho e Ramos) a cada quatro anos, o Município sente o peso da divisão do seu próprio povo que há cerca de 30 anos não elege um deputado estadual, quando já possuiu dois ao mesmo tempo na Assembleia Legislativa. Ouricuri ao que parece não conseguiu ainda perceber que tem sofrido vergonhosas perdas ao longo das últimas três décadas o que diminuiu o ritmo do crescimento da cidade, agora confirmada pelo IBGE. Para se ter uma ideia, comenta-se na cidade que o SENAI que hoje funciona em Bodocó não foi instalado em Ouricuri por falta de apoio local consistente na compra de um terreno pelo Município. (Do Blog Charles Araújo / Bel. Leandro da Conceição Benício, Advogado)

2 ideias sobre “IBGE diz que Ouricuri perde o título de Capital do Araripe para Araripina

  1. Ouricuri ta perdendo tudo pra araripina e se nao eleger um deputado Daqui vai. Se tornar cada vez pior. Esse povo tem que deixar de votar em politicos de fora. Esse ano tem eleicao. Sera que vamos eleger alguem daqui?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *