Rádio é o meio de comunicação com maior credibilidade junto à população, segundo pesquisa

A corretora de investimentos XP contratou o Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) para avaliar a aprovação popular do presidente Jair Bolsonaro e da credibilidade dos meios de comunicação. No levantamento, o meio Rádio foi o que conquistou maior aprovação de credibilidade entre os entrevistados, com 64% apontando como meio confiável.

A pesquisa foi realizada entre os dias 11 e 13 de março e abrangeu mil entrevistados pelo telefone. O relatório do XP mostra que para 72% dos entrevistados, Facebook e WhatsApp só divulgam notícias falsas. Somente 12% acreditam que o WhatsApp tem notícias verdadeiras.

No Twitter, 52% avaliam que tudo que é postado é falso e 16% que é verdadeiro. Segundo os entrevistados, o Instagram tem 17% de notícias verdadeiras e 55% de falsas.

A pesquisa XP/IPESP apontou também que blogs e sites de notícias e os portais de notícias na internet estão melhor avaliados. Para 28% os blogs e sites postam notícias verdadeiras. Já 32% acreditam nos portais de notícias.

O meio com maior credibilidade é o Rádio com 64% que acreditam que ele fala a verdade. Já 19% responderam que não acredita nas notícias do Rádio.

A televisão e o jornal impresso estão empatados com 61% dos telespectadores e dos leitores acreditam que nestes meios as notícias são verdadeiras; 28% (TV) e 24% (jornal) afirmam que as notícias veiculadas nestes meios são falsas.

Quase 90% dos brasileiros rejeitam aumento para o STF, revela pesquisa

Segundo o Instituto Paraná, divulgada pelo Antagonista, 89,4% dos brasileiros consideraram injusto o aumento salarial dos ministros do Supremo Tribunal Federal.

A pesquisa mostra também que, para 91,1% dos entrevistados, os senadores deveriam ter esperado que Jair Bolsonaro assumisse o cargo para votar sobre o aumento, diz a revista Veja.

Pesquisa mostra empate entre Bolsonaro e Haddad no 2º turno

Os candidatos à presidência Fernando Haddad (PT) e Eduardo Bolsonaro (PSL) apareceram empatados com 50% das intenções cada um. É o que aponta a pesquisa Vox Populi, divulgada neste sábado (27/10), sobre os votos válidos. O levantamento foi encomendado pelo portal Brasil 247, simpático ao PT.

Nos votos totais, o levantamento também mostra empate de 43% cada. Brancos e nulos somam 9% e 5% dos eleitores não sabem ou não responderam sobre a intenção de voto.

A pesquisa aponta queda de Bolsonaro desde a semana passada, já que no último levantamento o capitão da reserva aparecia com 53% e Haddad com 47% dos votos válidos.

O instituto entrevistou 2 mil eleitores, de 16 anos ou mais, em 121 municípios. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Pesquisa BR-09614/2018

Bolsonaro lidera, mas diferença para Haddad cai, indicam Ibope e Datafolha

As pesquisas Datafolha e Ibope divulgadas neste sábado (27), véspera do segundo turno das eleições presidenciais, trazem o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) na liderança, mas os números indicam que diminuiu a diferença sobre Fernando Haddad (PT) na reta final da campanha.

Segundo o Datafolha, Bolsonaro tem 55% das intenções de votos válidos, contra 45% de Haddad. Segundo o instituto, a diferença entre os dois caiu de 18 para 10 pontos percentuais em nove dias.

Já o Ibope diz que Bolsonaro tem 54%, contra 46% de HaddadO instituto aponta que a diferença caiu de 14 para 8 pontos percentuais em quatro dias.

A margem de erro das pesquisas é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. São considerados votos válidos aqueles que excluem brancos e nulos, ou seja, os que necessariamente são declarados a favor de uma candidatura.

É preciso considerar que nas pesquisas de intenção de voto não é possível estimar o índice de abstenção, quando os eleitores não comparecem à votação. No segundo turno das eleições de 2014, a abstenção foi de 21,1% , enquanto, em 2010, 21,5% dos eleitores não compareceram às urnas no segundo turno. (Do UOL)

Bolsonaro tem 60,9% e Haddad, 39,1%, aponta pesquisa CRUSOÉ

Segundo pesquisa Crusoé/Paraná, divulgada nesta quarta-feira, Jair Bolsonaro (PSL) tem 60,9% dos votos válidos, contra 39,1% de Fernando Haddad (PT). A margem de erro é de 2 pontos percentuais para cima ou para baixo.

Ainda de acordo com o levantamento, 9,4% dos eleitores dizem não votar em nenhum dos dois, enquanto 3,8% afirmam estar indecisos.

A pesquisa foi realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas entre 14 e 17 de outubro com 2.080 entrevistas em 162 municípios. O nível de confiança é de 95%. O registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR-04446/2018.

Jarbas e Humberto empatam com 33%. Mendonça tem 20%, diz Ibope

Na corrida pelo Senado, o candidato à reeleição pelo PT, Humberto Costa, está empatado com o deputado federal, Jarbas Vasconcelos (MDB), com 33%. Na terceira colocação, o deputado federal pelo DEM, Mendonça Filho, marca 20%; já o deputado federal Silvio Costa (Avante) tem 11%; 9% tem o deputado federal Bruno Araújo (PSDB); Pastor Jairinho (Rede) chegou aos 5%; Adriana Rocha, Eugênia Lima (PSol), Hélio Cabral (PSTU) e Albanise Pires (PSol)atingiram 2%; Lídia Brunes (Pros) e Alex Rola (PCO) atingiram 1%. Brancos e Nulos para Vaga 1 – 19%; Brancos e Nulos para Vaga 2 – 29%. Não sabe ou não responderam – 30%.

Veja os números:

Humberto Costa (PT) – 33%

Jarbas (MDB) – 33%

Mendonça Filho (DEM) – 20%

Silvio Costa (Avante) – 11%

Bruno Araújo (PSDB) – 9%

Pastor Jairinho (Rede) – 5%

Adriana Rocha (Rede) – 2%

Eugênia (PSOL) – 2%

Hélio Cabral (PSTU) – 2%

Albanise Pires (PSOL) – 2%

Lídia Brunes (Pros) – 1%

Alex (PCO) – 1%

Brancos/nulos – Vaga 1: 19%

Brancos/nulos – Vaga 2: 29%

Não sabe/não respondeu: 30%

Ibope em Pernambuco: Paulo Câmara lidera ao governo com 39% das intenções

O governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB) lidera a disputa ao cargo com 39% das intenções de voto. O candidato a reeleição teve crescimento de 4 pontos percentuais em relação a última pesquisa, quando alcançou 35%. O resultado é de pesquisa Ibope divulgada nesta 3ª feira (2.out.2018).

Em 2º, está Armando Monteiro (PTB) com 27% das intenções, mesmo resultado do levantamento anterior.

Em seguida aparecem: Julio Lossio (Rede) e Maurício Rands (Pros), com 3% cada; Dani Portela (Psol) com 2%; Ana Patrícia Alves (PCO) e Simone Fontana (PSTU) com 1% cada.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo Jornal do Commercio. Foram entrevistados 1.512 eleitores entre 29 de setembro a 1º de outubro no Estado.

O levantamento está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o nº BR‐09633/2018 e no TRE-PE (Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco) sob o nº PE-04128/2018. A margem de erro é de 3,0 pontos percentuais para mais ou para menos.

2º TURNO

A pesquisa também aponta que Paulo Câmara seria reeleito com 43% dos votos frente a 34% de Armando Monteiro.

Datafolha confirma crescimento de Jair Bolsonaro para presidência da República

O Datafolha divulgou agora há pouco nova rodada para presidente da República, e apontou Jair Bolsonaro (PSL) com 32% das intenções de voto contra 21% de Fernando Haddad (PT). Ciro Gomes (PDT) 10%, Geraldo Alckmin (PSDB) 9%, Marina Silva 4%, João Amoedo (Novo) 3%, Henrique Meirelles (MDB), Álvaro Dias (Podemos) e Cabo Daciolo (Patriota) possuem 2% cada um. Os demais candidatos não pontuaram.

Rejeição

Segundo o instituto, a rejeição a Haddad saltou 9 pontos porcentuais, passando de 32% para 41%. Bolsonaro segue sendo o candidato mais rejeitado, desaprovado por 45% do eleitorado, 1 ponto a menos que no último levantamento.

Marina tem rejeição de 30%, Alckmin, de 24%, Ciro, 22%, Meirelles e Boulos, 15%, Cabo Daciolo, 14%, Alvaro Dias e Vera Lúcia, 13%, Eymael e Amoêdo, 12% e João Goulart Filho, 11%.

A pesquisa Datafolha ouviu 3.240 pessoas durante o dia nesta terça-feira, 2. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais, para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no TSE sob a identificação BR-03147/2018.

Pesquisa Ibope: Bolsonaro 27%; Haddad 21%; Ciro 12%; Alckmin 8%

Pesquisa Ibope contratada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta quarta-feira mostra o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, na liderança com 27% das intenções de voto. Em segundo lugar, está Fernando Haddad (PT), com 21%; seguido por Ciro Gomes (PDT), com 12%; e Geraldo Alckmin, com 8%. Marina Silva (Rede) tem 6%.

A pesquisa ouviu 2 mil pessoas nos dias 22, 23 e 24 de setembro, em 126 municípios. Na última segunda-feira, o mesmo instituto divulgou uma outra pesquisa, contratada pela TV Globo, em que 2.506 pessoas foram ouvidas entre os dias 22 e 23 de setembro. Houve pouca variação: Bolsonaro aparece com um ponto a menos, assim como Haddad, enquanto Ciro tem um ponto a mais, e Alckmin continuou no mesmo patamar.

Assim como na pesquisa divulgada na segunda-feira, numa simulação de segundo turno Bolsonaro perde para os principais candidatos, menos para Marina Silva. Num eventual cenário contra Haddad, ele fica com 38% contra 42% do petista.

Nesta pesquisa, Marina tem 6% das intenções de voto — na anterior, tinha 5% —, João Amoêdo (Novo) manteve 3%, Alvaro Dias (Podemos) manteve 2%, assim como Henrique Meirelles, e não sabem ou não responderam 7% dos entrevistados. Vera Lúcia (PSTU), Eymael (DC), Cabo Daciolo (Patriota) João Goulart Filho (PPL) não pontuaram.

A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%. O novo levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-04669/2018.

SEGUNDO TURNO

O Ibope ainda fez quatro simulações de segundo turno, todas com a presença de Jair Bolsonaro. O candidato do PSL só venceria numericamente Marina Silva.

Na disputa entre Fernando Haddad e Jair Bolsonaro, o petista tem 42% das intenções de voto, contra 38% do candidato do PSL. Dos entrevistados, 16% disseram votar em branco ou nulo nesta hipótese e não sabem ou não responderam 4%.

Na disputa entre Bolsonaro e Marina Silva, o candidato do PSL tem 40%, contra 38% da ex-ministra. Brancos e nulos somariam 19% e 3% não sabem ou não responderam.

A convicção dos entrevistados que já têm um candidato também foi testada. Bolsonaro e Haddad são os mais consolidados.

Entre os eleitores de Bolsonaro, 55% afirmam já ter uma decisão “definitiva” sobre o voto, enquanto 17% dizem ser uma “decisão firme, mas que poderá mudar no decorrer da campanha”. Já 13% avaliam ser uma “escolha do atual momento, que durante a campanha pode mudar” e 12% que avaliam ser apenas uma “preferência inicial”.

Rejeição

Os entrevistados responderam em qual candidato não votariam de jeito nenhum (nessa hipótese, o entrevistado pode responder mais de um nome; daí, a soma superar 100%). Os resultados foram:

  • Jair Bolsonaro: 44%
  • Fernando Haddad: 27%
  • Marina Silva: 27%
  • Geraldo Alckmin: 19%
  • Ciro Gomes: 16%
  • Cabo Daciolo: 11%
  • Henrique Meirelles: 11%
  • Eymael: 10%
  • Alvaro Dias: 9%
  • Guilherme Boulos: 9%
  • Vera Lúcia: 9%
  • João Amoêdo: 8%
  • João Goulart Filho: 7%
  • Poderia votar em todos: 2%
  • Não sabe/não respondeu: 7%

Paulo Câmara na liderança, 10 pontos à frente de Armando, diz pesquisa IPESPE

governador Paulo Câmara (PSB) permanece na liderança das intenções de voto para o Governo do Estado, na terceira pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) em parceria com a Folha de Pernambuco. No levantamento feito entre os dias 22 e 23 desse mêsPaulo aparece com 36%, enquanto o segundo colocado, Armando Monteiro Neto (PTB), tem 26% das menções. Ambos oscilaram apenas um ponto percentual e mantiveram uma diferença de 10 pontos.

ex-deputado federal Maurício Rands (Pros) e o ex-prefeito de Petrolina Julio Lossio aparecem empatados, com 2% cada. As candidatas Dani Portela (Psol), Simone Fontana (PSTU) Ana Patrícia Alves (PCO) também apareceram empatadas, pontuando, cada uma, 1% das intenções de voto. Os votos nulos e brancos representam 22% dos entrevistados e os indecisos figuram em 9%. Em relação à última pesquisa, esses postulantes não tiveram variação do percentual de menções.

Usando uma metodologia face a face, o Ipespe ouviu 800 pessoas abordando critérios desexo, idade, localidade, renda familiar, instrução e condição do município. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o índice de confiança é de 95%, o que significa que a pesquisa tem uma probabilidade de 95% de representar a realidade. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo PE-04472/2018.

SENADO

Os candidatos ao Senado oscilaram, todos, dentro da margem de erro de 3,5 pontos percentuais e a corrida segue “embolada”, segundo a última pesquisa de intenções de voto realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) em parceria com a Folha de PernambucoJarbas Vasconcelos (MDB) lidera a corrida com 37%, seguido do senador Humberto Costa (PT), com 30%, e Mendonça Filho (DEM), 24%.

Os deputados federais Silvio Costa (Avante) Bruno Araújo (PSDB) aparecem empatados na quarta posição, com 10% cada um. Enquanto Silvio manteve seu desempenho, o postulante tucano oscilou dois pontos positivamente. O candidato Pastor Jairinho (Rede) apresentou 4% das intenções de voto, mantendo seu desempenho anterior.

Os candidatos Albanise (Psol)Adriana Rocha (Rede)Helio Cabral (PSTU) e Lidia Brunes (Pros) apresentaram 1% das intenções de voto, cada um. Já Eugênia (Psol) Alex Lima (PCO) não pontuaram no atual levantamento. A quantidade de votos Brancos e Nulos, para o primeiro voto, é de 23% e, para o segundo voto, de 30%. Os indecisos representam 27% do eleitorado. (Folha de Pernambuco)