Relator da Lava-Jato no STF, Fachin nega mais um pedido de liberdade a Lula

foto: reprodução

O ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), negou nessa quarta-feira (20/2) mais um pedido de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado pela Lava-Jato. 

A solicitação, apresentada em dezembro do ano passado, questionava uma decisão do ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que negou, de forma individual, recurso do petista contra sua condenação no caso do triplex do Guarujá (SP). Esta condenação levou o ex-presidente para a prisão, após confirmação em segunda instância.

Lula também foi recentemente condenado por corrupção e lavagem de dinheiro no processo relativo ao sítio em Atibaia (SP). Esse caso ainda não passou pela segunda instância da Justiça.

Fischer, que é relator da Lava Jato no STJ, decidiu de forma individual negar o recurso do ex-presidente Lula que buscava rever sua condenação em torno do triplex. Por ser passível de recurso, o caso ainda será analisado pela Quinta Turma do STJ.

Segundo os advogados do petista, Fischer não poderia ter negado seguimento, de forma monocrática, o recurso de Lula. Por isso, pediram que o ex-presidente ficasse em liberdade até o julgamento de mérito do processo apresentado no STF contra a posição do ministro do STJ. Solicitaram ainda que a Suprema Corte anulasse a sentença do triplex. Fachin negou todos os pedidos, rejeitando seguimento a ação do ex-presidente. 

Papa diz que críticos da igreja são ‘amigos do demônio’

Foto: reprodução

Dois cardeais ultraconservadores denunciaram nesta quarta-feira (20) “a praga da agenda homossexual” que assola a Igreja Católica e exortaram os bispos de todo o mundo convocados nesta quinta-feira pelo papa ao Vaticano a combater esse fenômeno.

“A praga da agenda homossexual se espalhou dentro da igreja, fomentada por redes organizadas e protegida por um clima de cumplicidade e silêncio”, denunciaram os cardeais Raymond Burke, dos EUA, e Walter Brandmüller, da Alemanha.

A denúncia foi feita na véspera da abertura no Vaticano de uma cúpula excepcional de três dias com os presidentes das 114 Conferências Episcopais em todo o mundo para combater os abusos sexuais cometidos por clérigos.

“As raízes desse fenômeno estão, obviamente, nessa atmosfera de materialismo, relativismo e hedonismo, onde a existência de uma lei moral absoluta, isto é, sem exceções, é abertamente discutida”, afirmam os cardeais.

Eles consideram que uma “profunda desordem” reina e que “o mundo católico está desorientado”.

Os dois, conhecidos por suas posições conservadoras, reconhecem que “o horrível crime do abuso infantil” é grave e acreditam que se espalhou “não tanto pelo clericalismo” e abuso de poder dentro da igreja, mas por que “se distanciaram da verdade do Evangelho”.

Os dois prelados fazem parte do grupo de quatro cardeais ultraconservadores que criticaram em 2016 o papa Francisco por ter concedido em alguns casos a comunhão aos divorciados que voltaram a se casar.

O papa Francisco disse nesta quarta que pessoas que passam a vida denunciando a Igreja Católica são “amigos, primos e parentes do demônio”.

Vítimas de abuso sexual por parte do clero católico exigiram nesta quarta-feira se encontrar pessoalmente o papa Francisco para reforçar o pedido de que os bispos que encobrem tais crimes sejam dispensados do sacerdócio.

As 10 vítimas se encontraram por quase três horas com cinco autoridades do Vaticano um dia antes do início de uma conferência sem precedentes sobre abusos na igreja, planejada para orientar bispos mais velhos sobre a melhor forma de enfrentar o problema que dizimou sua credibilidade.

Todas as vítimas de abuso expressaram descontentamento pelo fato de o papa não ter comparecido à reunião, embora sua presença não estivesse confirmada.

“Se ele pode se reunir com todos os bispos de lá, pode se encontrar conosco”, afirmou Peter Isely, que foi abusado por um padre quando era criança.

“Nós fizemos nossas exigências de tolerância zero. Queremos que o papa escreva em uma lei universal: tolerância zero para o acobertamento de crimes sexuais. Eles podem fazer isso agora”, disse ele a repórteres após a reunião com as autoridades, todas elas clérigos.

Ele e outras vítimas afirmaram que os bispos que haviam acobertado o abuso deveriam ser dispensados do sacerdócio, assim como aqueles que cometeram o abuso em si.

Outras vítimas de abuso esperavam do lado de fora do prédio em que a reunião aconteceu.

“Acreditávamos que a reunião desta manhã seria do papa com um grupo de sobreviventes de todo o mundo”, disse o inglês Peter Saunders, que não participou da reunião.

O Vaticano afirmou que a presença do papa na reunião nunca esteve prevista, pois ele se reuniria com outras vítimas durante a conferência. (FolhaPress)

Em pronunciamento, Bolsonaro diz que Reforma é fundamental para não quebrar Previdência e será justa pra todos

O presidente Jair Bolsonaro afirmou em um pronunciamento exibido nesta quarta-feira (20) na TV que a reforma da Previdência Social é fundamental para o sistema não quebrar. Disse também que a mudança será “justa” e “para todos”.

Mais cedo, nesta quarta, Bolsonaro entregou ao Congresso Nacional a proposta de emenda à Constituição (PEC) que trata das mudanças no sistema previdenciário.

“Hoje, iniciamos o processo de criação de uma nova Previdência. É fundamental equilibrarmos as contas do país para que o sistema não quebre, como já aconteceu com outros países e em alguns estados brasileiros”, afirmou.

Entre outros pontos, a PEC prevê:

De acordo com o presidente, é preciso garantir que todos recebam a aposentadoria “em dia” e que o governo consiga ampliar a capacidade de investir na melhoria da qualidade de vida da população.

“A nova Previdência será justa e para todos, sem privilégios”, destacou.

Tramitação

Entregue ao Congresso nesta quarta, a proposta começará a tramitar na Câmara dos Deputados.

Pelas regras regimentais, o texto passará primeiro pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que analisará se a proposta fere algum princípio constitucional. Nessa etapa, não é analisado o mérito da reforma.

Em seguida, se a CCJ aprovar a constitucionalidade, será criada uma comissão especial de deputados para discutir, então, o mérito da proposta.

Se for aprovada na comissão especial, a PEC seguirá para votação no plenário da Câmara, onde precisará do apoio mínimo de três quintos dos deputados (308 dos 513), em dois turnos de votação.

Se for aprovada, a PEC seguirá para análise do Senado. (G1)

Simepe realizará eleições para renovação de diretoria-executiva e das regionais no Sertão e Agreste; Ouricuri na lista

 

 

Foto: reprodução

O Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) realizará, no próximo dia 19 de março, eleições para a renovação da diretoria-executiva e das diretorias regionais (Caruaru, Petrolina e Ouricuri). A médica obstetra Cláudia Beatriz será candidata à presidente do órgão de classe. Atual vice-presidente do Simepe, Cláudia será a terceira mulher a dirigir o sindicato. As primeiras foram Léa do Carmo (1983-1990) e Maria Bernadete Antunes (1990-1993). O pediatra Walber Stefano ocupará a vice-presidência do Simepe.

Este ano as eleições para a diretoria-executiva do Simepe teve apenas  o registro da Chapa 1, liderada pelo grupo do atual presidente Tadeu Calheiros. O prazo para o registro das chapas encerrou no último dia 14 de fevereiro. A categoria médica vai eleger 15 diretores-executivos, além de delegados regionais. No total a Chapa 1 é composta por 73 integrantes.

Uma das bandeiras da candidata à presidente Cláudia Beatriz é a interiorização das ações sindicais, como forma de aproximar o Simepe dos médicos que trabalham nas várias regiões do Estado. Desde o ano passado Cláudia vem se deslocando para os municípios do Interior, para ouvir as demandas da categoria. Recentemente, ela esteve em Petrolina e Ouricuri, onde se reuniu com as diretorias regionais do Simepe, quando foram tratadas questões salariais e melhorias das condições de trabalho dos profissionais que atuam no Sertão do São Francisco e no Alto Sertão.

Cláudia é médica obstetra e trabalha atualmente na Maternidade Barros Lima, no Recife. Sua atuação profissional é prioritariamente no Sistema Único de Saúde (SUS), no atendimento às parturientes assistidas pela rede pública de saúde. Como atual vice-presidente do Simepe, ela costuma fazer visitas-surpresa às maternidades e hospitais para verificar como anda o atendimento médico à população e as condições de trabalho dos médicos. Após 26 anos, ela será a terceira mulher no comando do Simepe.

Em Ouricuri, homem é detido por ameaçar pessoas com uma foice

O senhor das iniciais A. R. S. do distrito de Barra de São Pedro, zona rural de Ouricuri, no Sertão do Araripe, foi encaminhado na manhã dessa quarta-feira (20) a Delegacia de Policia Civil (DPC) da cidade está de posse de uma foice ameaçando moradores da localidade.

Segundo consta no Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) registado na delegacia, aparentemente, o homem estava sob efeito de álcool e ficou no recinto até a chegada de familiares para ser liberado.

TCE recomenda que Câmara de Vereadores rejeite as contas de 2014 do ex-prefeito Cezar de Preto

 

As contas de gestão de 2014 do ex-prefeito de Ouricuri, Sertão do Araripe, Antônio Cézar Araújo Rodrigues, ‘Cezar de Preto’, foram enviadas para a Câmara de Vereadores com o parecer de reprovação emitido pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE). A informação foi repassada ao blog nesta terça-feira (19) pela presidenta da Câmara de Ouricuri, Adelucia Clea.

Segundo Adelucia, o ex-prefeito já foi notificado e o mesmo tem o prazo de 60 dias para apresentar sua defesa na casa legislativa. O prazo de dois meses começa a contar após a notificação recebida. Após o prazo vencido, a presidente marcará a data para votar as contas do ex-prefeito Cezar de Preto.

Bernardo Peixoto é eleito e empossado presidente do Sistema Fecomércio

O 1º vice-presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac-PE, Bernardo Peixoto dos Santos Oliveira Sobrinho, foi eleito, por unanimidade, para o cargo vago de presidente da Federação, durante reunião da diretoria efetiva da entidade nesta quarta-feira (20/2), no Salão de Eventos do Senac.

Com o falecimento do presidente Josias Albuquerque, no dia 2/2, Bernardo Peixoto foi o único candidato a concorrer à vaga para o mandato complementar de 20 de fevereiro de 2019 a 17 de junho de 2022, que terá Frederico Penna Leal como 1º vice-presidente e Jorge Alexandre como 2º vice-presidente.

O presidente da Comissão de Direito Sindical da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), advogado Gustavo Henrique Amorim Gomes, presidiu o processo eleitoral, que teve início com um minuto de silêncio pela morte de Josias Albuquerque.

Polícia prende acusado de roubar e matar idoso na zona rural de Araripina

Policiais civis cumpriram na última segunda-feira, 18, um mandado de prisão preventiva expedido contra Olano de Souza Santos, 24 anos, acusado de roubar e matar o aposentado Francisco Alves de Andrade, 65 anos. Segundo o Blog Alvinho Patriota, o crime aconteceu em fevereiro de 2018 no sítio Alto Sereno, na zona rural de Araripina.

De acordo com a polícia, Olano espancou o idoso no dia 7 de fevereiro do ano passado para roubar uma quantia de R$ 486. Muito ferido, Francisco Alves foi socorrido inicialmente para o Hospital Santa Maria, em Araripina, de onde foi transferido para o Hospital Regional de Ouricuri e encaminhado ao Hospital dos Traumas de Petrolina, onde morreu no dia 21 de fevereiro.

Fernando Bezerra Coelho é oficializado líder do governo Bolsonaro no Senado

O presidente Jair Bolsonaro assinou nessa terça-feira, 19, a nomeação do petrolinense Fernando Bezerra Coelho (MDB/PE) para a função de líder do seu governo no Senado. A imprensa tomou conhecimento da informação através do ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, um dos principais articuladores da indicação de Bezerra Coelho.

Há alguns dias o nome do ex-prefeito de Petrolina vinha sendo ventilado como um dos possíveis indicados ao cargo. Ele concorria a indicação com Espiridião Amin (PP/SC) e Roberto Rocha (PSDB/MA). Ganhou preferência porque pode ajudar o governo a se aproximar do MDB, partido com maior bancada no Senado.

FBC, que foi ministro de Dilma Rousseff (PT), terá como principal encargo unir as bancadas governistas para votações de projetos importantes, como a Reforma da Previdência.

CDL divulga vaga de emprego para vendedor de peças em Ouricuri

A Câmara de Dirigentes Lojista de Ouricuri (CDL) estará divulgando a partir desta quarta-feira (20) vagas de empregos gratuitamente ofertadas pelas empresas associadas à entidade.

Nesta quarta está sendo divulgada uma vaga para vendedor de peças, interessados devem deixar curriculum na CDL Ouricuri, que fica na Avenida Antonio Pedro da Silva, 684, centro da cidade.