Mais Médicos: Brasileiros devem se apresentar a partir de hoje

Profissionais com registro no Brasil inscritos na segunda chamada do Programa Mais Médicos devem se apresentar a partir de hoje (7) aos municípios. De acordo com o Ministério da Saúde, o prazo vai até a próxima quinta-feira (10).

Médicos que decidirem não comparecer mais às atividades devem informar ao município onde trabalharia, que fica encarregado de comunicar a desistência ao governo federal.

Segundo o Ministério da Saúde, candidatos que desistirem dos postos terão as vagas colocadas de volta ao edital do Mais Médicos. O sistema será atualizado com as vagas disponíveis para os profissionais formados no exterior.

A previsão é que a lista de médicos brasileiros homologados que deram início às atividades seja publicada no próximo dia 14.

A seleção

O ministério lançou, desde novembro, editais para a substituição de 8.517 cubanos que atuavam em 2.824 municípios e 34 distritos sanitários especiais indígenas (DSEI). Inicialmente, concorreram apenas médicos brasileiros com registro no país. Um novo edital, em andamento, seleciona também profissionais formados no exterior.

Novo ministro

Ao assumir o comando da pasta, o médico Luiz Henrique Mandetta disse, na última quarta-feira (2), que pretende revisar o Mais Médicos e rebateu a afirmação de que faltam profissionais no Brasil. Segundo ele, o país conta com aproximadamente 320 faculdades de medicina e 26 mil médicos graduados em 2018, com previsão de aumento desse contingente em 10% ao ano até chegar a 35 mil profissionais formados.

“Quem forma essa quantidade toda de profissionais? Muitos deles endividados pelo Fies [Fundo de Financiamento Estudantil] e muitos formados em escola pública. Não temos uma proposta ou política de indução para que eles venham para o sistema público de saúde.” (EBC)

PF faz alerta para novo jogo perigoso que circula nas redes sociais “Desafio Bird Box”

A Polícia Federal em Pernambuco divulgou nesta quinta-feira (3) um alerta para pais e responsáveis a respeito de um novo jogo perigoso para crianças e adolescentes que está circulando nas redes sociais. Trata-se do ‘Desafio Bird Box’ ou ‘ Desafio Caixa de Pássaros’, que já viralizou na Internet. O filme, que é estrelado pela atriz Sandra Bullock, foi exibido em dezembro do ano passado e se tornou um dos maiores sucessos de audiência. Porém, uma situação tem chamado a atenção da própria Netflix, levando-a emitir uma nota desencorajando as pessoas a participarem de tais desafios devido aos perigos em que as pessoas podem serem acometidas.

Nos vídeos postados, diversos internautas aparecem tentando realizar tarefas cotidianas com os olhos vendados, como se vivessem no mundo fictício do filme onde criaturas misteriosas invadem a terra, levando todos que olham para elas a enlouquecer e cometer suicídio. “O desafio consiste em fazer tarefas e/ou missões com os olhos vendados como os personagens do filme”, explicou o assessor de Comunicação Social da PF, Giovanni Santoro. Tal atividade parece simples e inocente, mas as pessoas estão perdendo a noção e fazendo coisas realmente perigosas, como atravessar a rua correndo o risco de serem atropeladas ou cair num buraco, andar pela casa correndo o risco de bater a cabeça nos móveis ou nas paredes provocando traumatismos cranianos ou quebra de pernas e braços ou até mesmo cair de determinadas alturas.

A PF orienta que pais e responsáveis redobrem a atenção e estar atentos ao que os filhos estão fazendo ou sendo encorajados por terceiros para praticar tais desafios com o objetivo de evitar tragédias ou acidentes que coloquem em risco a vida de seus familiares, principalmente crianças. “No Youtuber já tem inclusive vários vídeos com adolescentes brasileiros realizando tais desafios”, comentou. Segundo a PF, dependendo da situação quem incentiva ou induz tais práticas poderá ser responsabilizado por lesão corporal grave ou seguida de morte com penas que podem variar de 1 até 12 anos de reclusão. (Do diário de Pernambuco)

Câmara aprova projeto que obriga agressor a ressarcir SUS por tratar vítima de violência doméstica

Imagem ilustrativa

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira (4) projeto de lei que obriga agressor a ressarcir o Sistema Único de Saúde (SUS) por custos com vítimas de violência doméstica. A medida, que visa aumentar o rigor da Lei Maria da Penha, também determina que dispositivos de segurança usados no monitoramento das vítimas sejam custeados pelo agressor. A matéria segue para o Senado.

Pelo texto, o agressor que – por ação ou omissão – causar lesão, sofrimento físico, sexual, psicológico ou dano moral e patrimonial, fica obrigado a ressarcir todos os danos causados, inclusive ressarcir ao cofres públicos todos os custos, de acordo com a tabela SUS. As despesas envolvem os valores pagos pelo Estado no tratamento das vítimas em situação de violência doméstica e familiar.

Segundo os autores do projeto, os deputados Rafael Motta (PSB-RN) e Mariana Carvalho (PSDB-RO), argumentam que, além de responder na esfera penal, o agressor precisa ter sua conduta de violência contra a mulher responsabilizada sobre os danos materiais e morais causados. “A lei precisa deixar bem clara a responsabilidade dos agressores alcançados pela Lei Maria da Penha em arcar com todos os prejuízos que ele causou”, apontam.

“Esse tipo de violência quase sempre demanda a atenção integral à saúde da vítima e a adoção de medidas protetivas. São muitos os serviços que podem ser exigidos não só para a recuperação das lesões causadas ao corpo, mas também para o tratamento do dano psicológico e para prevenir que novas agressões e danos de maior gravidade ocorram”, afirmam os parlamentares ao justificar o projeto. “Os gastos do atendimento prestado pelo SUS, pagos com recursos públicos, também precisam ser objeto de reparação, do contrário, quem estará assumindo tal responsabilidade, por um ato ilícito, será a sociedade de uma forma geral”, completam.

A deputada Érika Kokay (PT-DF), autora do substitutivo aprovado nesta noite, incluiu ainda um trecho à lei para impedir que o ressarcimento alcance o patrimônio da mulher agredida ou que configure atenuante em substituição da pena aplicada.

Campanha pelo fim da violência contra mulher

Na sessão desta terça-feira, o plenário da Câmara também aprovou uma medida que assegura o direito à reconstrução da mama para mulheres submetidas a tratamento contra o câncer. O texto já havia sido aprovado pelos senadores e, dessa forma, segue para sanção presidencial. 

As matérias fazem parte da agenda de votações de projetos pendentes dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres. Neste ano, Câmara e Senado participam da campanha mundial que busca conscientizar a população sobre os diferentes tipos de agressão contra as meninas e mulheres.(Via Agência Brasil)

 

Jumento vira grife no Sertão do Estado

Charles Gomes de Paiva diz que sempre teve vocação para o comércio de confecções. Ganhava a vida vendendo réplicas de camisetas de marcas famosas, mas uma coisa nos produtos despertava inquietação. “Percebi que todas as camisetas tinham o símbolo de um animal. Eu sempre fui fã do jeguinho, sou do Nordeste e vim da roça, o transporte que a gente tinha era o jumento. Em 2009, desenhei o símbolo, fabriquei dez camisas, viajava nas festas, saía divulgando, pedia aos cantores que me ajudassem, dizia que o futuro a Deus pertence. Não tinha como não dar certo”, comenta. E deu.

Hoje, o símbolo do jumento da marca Donkey se espalhou pelo País. Um ano depois de a primeira loja ter sido inaugurada em Petrolina, no Sertão do Estado, Charles já conta com dez franquias (duas ainda serão abertas até o fim deste ano), incluindo duas em Cabrobó e Serra Talhada(PE) e outras no Ceará, Minas Gerais, Sergipe e Bahia. Para 2019, a expectativa é abrir entre 20 e 30 novas lojas e aumentar em 60% a produção.

Hoje, a Donkey produz 3,5 mil camisetas por mês. O portfólio inclui também calça jeans, shorts, bermudas, bonés, sapatos, botas e copos, produzidos em fábricas terceirizadas no Rio Grande do Norte, Minas Gerais e Bahia. No próximo ano, Charles espera contratar de 15 a 20 pessoas, para somar aos dez funcionários diretos que possui hoje.

A trajetória de sucesso começou com a relação afetiva com o jumento. Quando era jovem, na fazenda em que nasceu e foi criado em Abaré, na Bahia, o animal transportava água, lenha e era a única forma de transporte até uma vila mais próxima, que fica a 12 quilômetros de distância. “O jumento é o símbolo do Nordeste e carregou Jesus Cristo. Devido à divulgação nas redes sociais, as pessoas gostaram da ideia e vieram atrás para fazer parcerias. Pela internet, vendi para quase todo o Brasil, menos Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Já vendi até para fora do País”, conta. Além das lojas físicas e das redes sociais, a Donkey também conta com vendedores que trabalham de porta em porta em todo o Nordeste, espalhando a “marca do jeguinho”, como a empresa é conhecida.

O sentimento de Charles pelo animal é de gratidão. Na fazenda em que foi criado, mantém dois jumentos. “Primeiro, veio a bicicleta e as pessoas abandonaram (o jumento), estão esquecendo as tradições. Na minha casa, isso não aconteceu. A frente da minha loja é toda de taipa, toda regional”, comenta Paiva, orgulhoso. Este ano, registrou crescimento de 32% no faturamento. E para 2019, espera que o resultado seja ainda melhor. A abertura de cinco lojas em 2019 já está confirmada em Pernambuco, Ceará, Bahia e Sergipe. Para abrir um estabelecimento da marca, o investimento pode chegar a R$ 70 mil, a depender do porte da loja.

SÉRIE

Se depender de Charles, o jumento sempre será valorizado. Ele é um dos personagens série Na Contramão, produzida em parceria pela Rima Cultural e a REC Produtores. Os episódio serão exibidos nos dias 12, 13 e 14 deste mês, às 21h, na TV Pernambuco. A série mostra o caminho de marginalização percorrido pelo jumento e as múltiplas realidades que envolvem o animal. Em pouco mais de 10 anos, a população de jumentos caiu quase pela metade: 655 mil, em 2016, para 377 mil em 2017. Hoje, 90% dos jumentos estão no Nordeste. Ao mesmo tempo em que perdeu espaço com o uso mais frequente da moto nas fazendas é considerado uma praga em algumas localidades, o jumento é objeto de um suposto tráfico de pele. Mas também há pessoas como Charles que não abrem mão de ter o “jeguinho” ao lado. O leite da jumenta também é fonte de renda para outros criadores.

“Um ponto de partida foi a curiosidade. Em viagem pelo Sertão, vi muitos jumentos mortos na beira de estrada. Isso me despertou a curiosidade jornalística. Por que só havia jumento morto na estrada? Que fenômeno é esse que leva os animais a estarem soltos e expostos ao atropelamento? Uma primeira hipótese da gente foi a mecanização, a motocicleta que entra no lugar do jumento. Quando fomos mergulhando, descobrimos muito mais. Há suspeita de contrabando de pele porque havia a coisa de medicamento que é fabricado na China, onde há redução muito grande de jumentos. A gente percebeu que o animal estava sendo tratado quase como uma espécie de praga porque perdeu completamente o valor de uso. Encontramos situação de jumentos que tinham donos, eram quase casos pitorescos”, explica o jornalista e um dos roteiristas da série, Ricardo Mello. A equipe da série também conta com roteiro de Rafael Marroquim, direção de Marcelo Pinheiro e fotografia de Ivanildo Machado. Sem destino, o jumento acaba livre, buscando o calor do asfalto para se esquentar e correndo o risco de ser atropelado, ou fica preso em fazendas de confinamento. (Via Blog do Roberto)

Três pesquisadores ganham Nobel de Química estudando proteínas

Foto: reprodução

Dois pesquisadores norte-americanos Frances H. Arnold e George Smith e o britânico Gregory P. Winter conquistaram hoje (3) o Prêmio Nobel de Química.

Eles pesquisam distintos aspectos na área de genética com o objetivo de “desenvolver proteínas que resolvam os problemas químicos da humanidade”.

Frances H. Arnold desenvolve pesquisas na área de “evolução dirigida de enzimas”, enquanto George P. Smith e Gregory P. Winter trabalham “para a exibição de péptidos e anticorpos em fagos.

O prêmio é concedido pela Academia Real das Ciências da Suécia, em Estocolmo, capital sueca.

Ontem (2), foi anunciado o Prêmio Nobel de Física em que um trio também conquistou: um americano, uma canadense e um francês por suas pesquisas no campo de física a lazer.

No dia 1º foi a vez de conhecer os vitoriosos do Prêmio Nobel de Medicina pelo desenvolvimento de pesquisas destinadas à cura do câncer. (Da Agência Brasil)

Dançarino de banda de pagode é denunciado por estupro após simular sexo com garota de 13 anos em show

Foto: reprodução

A Polícia Civil da Bahia abriu um inquérito para investigar uma denúncia de estupro, após um dançarino da banda de pagode “O Cafetão” ser filmado simulando sexo com uma adolescente de 13 anos, durante um show, na cidade de Muritiba, no Recôncavo do estado.

O vídeo, que foi divulgado nas redes sociais, mostra o momento em que o homem se aproxima da garota e começa a fazer movimentos semelhantes ao do sexo. Em seguida, o dançarino, que não teve a identidade divulgada, segura a cabeça da adolescente e a pressiona contra o pênis dele.

O caso ocorreu no último sábado (18), em uma casa de shows de Muritiba, e começou a ser investigado na terça-feira (21), após denúncia do Conselho Tutelar da cidade. De acordo com o Ministério Público da Bahia, a apuração é feita em sigilo.

Em nota, o advogado da banda Cafetão informou que o show em questão foi realizado sem nenhuma intercorrência e que, até esta quarta-feira (22), nenhum dos integrantes do grupo havia sido intimado para prestar esclarecimentos sobre o caso. No comunicado, a banda diz, ainda, que “fica à disposição para dirimir quaisquer dúvidas existentes”. (Fonte: G1 Bahia)

Homem completamente nu surpreende transeuntes no Centro de Petrolina

Assista o vídeo clicando na imagem

Uma cena nada comum surpreendeu vários transeuntes que circulavam pelas imediações da Catedral de Petrolina, Centro da cidade, no dia de ontem (21).

Um homem completamente nu apareceu correndo pelas ruas, causando todo tipo de reação entre as pessoas que testemunharam o fato. O vídeo do flagrante viralizou nas redes sociais (confiram acima). Até o momento o rapaz não foi identificado.

Recentemente outro homem foi visto correndo pelado pela Ponte Presidente Dutra, que liga as cidades de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA). Neste caso, descobriu-se depois que ele tinha problemas mentais. (Por Carlos Brito)

AGU e TSE firmam acordo para cobrar de político cassado custos de novas eleições

A Advocacia Geral da União, AGU, e o Tribunal Superior Eleitoral, o TSE, assinaram um acordo nesta segunda-feira para cobrar dos políticos cassados a realização de eleições suplementares.

Pelo acordo firmado, a AGU recorrerá a Justiça para que o vencedor da eleição que acabou sendo cassado arque com os custos da nova eleição. A medida atinge, por exemplo, casos de compra de votos.

O acordo terá vigência de 5 anos e pode ser renovado. O presidente do TSE, ministro Luiz Fux, comentou que as verbas usadas pelo tribunal devem ser ressarcidas.

Segundo o TSE, entre 2017 e 2018, foram realizadas 94 eleições suplementares, sendo duas para governador, no Amazonas e em Tocantins. (Da Agência Brasil)

REDE oficializa candidatura de Julio Lossio ao governo de PE

O ex-prefeito de Petrolina, Julio Lossio, foi oficializado candidato a governador de Pernambuco pela Rede Sustentabilidade na noite de sexta-feira (3). A convenção estadual da legenda aconteceu no Recife. O nome do candidato a vice da chapa não foi anunciado, mas a formação de uma coligação com outros partidos deve sair até este domingo (5).

O pastor Jairinho Silva foi anunciado como o candidato a senador do partido, que ainda conta 33 candidaturas para deputado federal e 18 candidatos a deputado estadual. Vale lembrar que a outra vaga ao Senado seria ocupada pelo empreendedor social Antonio Souza, mas ele desistiu momentos antes da convenção.

Deputada Roberta Arraes visita município de Floresta

Nesse último final de semana, a deputada Roberta Arraes cumpriu uma agenda de muitas visitas pelo Sertão do Estado. No domingo (29), a parlamentar visitou a cidade de Floresta, no sertão de Itaparica.

A convite do vereador Beijinha Puça, Roberta esteve conversando e abraçando a família e os amigos dele, e também dos suplentes de vereador, Sandrinho e Jubileu.

Para a deputada, a visita ao município florestano foi muito especial. “Fui muito bem acolhida por todos, saí de lá com mais força e coragem de trabalhar e levar mais esperança para aquele povo ordeiro. Conte comigo, Floresta!”, vibrou a deputada. (Da Ascom)