Empresários participam de oficina da FIEPE sobre rotinas trabalhistas no pós eSocial em Araripina

A Unidade Regional Sertão do Araripe da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco – FIEPE, realizou nesta quinta-feira, 21, a oficina sobre “Rotinas trabalhistas e rescisão pós eSocial” que foi ministrada pelo professor de Direito e Processo do Trabalho, Alisson Tavares de Melo. O curso de 8h foi realizado nas dependências do Sesi de Araripina.

Durante a oficina os participantes aprenderam sobre as novas formas de contrato de trabalho, suas previsões legais, conceitos e características específicas amparadas pela CLT. Foram abordados os tipos de trabalho: intermitente; home office / teletrabalho; em regime de tempo parcial e o trabalhador autônomo. O instrutor também destacou elementos das regras da jornada de trabalho como banco de horas, intervalo intrajornada, jornada 12×36 e outros temas.

Com conteúdo atualizado e aplicado aos casos reais, a oficina também tratou sobre dano extrapatrimonial, rescisão dos contratos de trabalho (plano de demissão voluntária, justa causa, por mútuo consentimento) além da prerrogativa da arbitragem e as novas regras do imposto sindical. Mais de 60 participantes estiveram presentes sendo sua maioria das indústrias da região do Araripe, principalmente do setor de Recursos Humanos e Contabilidade.

A FIEPE, através dos seus cursos e oficinas, sempre traz para a região do Araripe temas da atualidade que contribuem para o desenvolvimento da indústria regional e seus colaboradores. O próximo curso será nos dias 05 e 06 de abril com o tema “eSocial com foco em Saúde e Segurança do Trabalho (SST)”.

Polícia prende acusado de roubar e matar idoso na zona rural de Araripina

Policiais civis cumpriram na última segunda-feira, 18, um mandado de prisão preventiva expedido contra Olano de Souza Santos, 24 anos, acusado de roubar e matar o aposentado Francisco Alves de Andrade, 65 anos. Segundo o Blog Alvinho Patriota, o crime aconteceu em fevereiro de 2018 no sítio Alto Sereno, na zona rural de Araripina.

De acordo com a polícia, Olano espancou o idoso no dia 7 de fevereiro do ano passado para roubar uma quantia de R$ 486. Muito ferido, Francisco Alves foi socorrido inicialmente para o Hospital Santa Maria, em Araripina, de onde foi transferido para o Hospital Regional de Ouricuri e encaminhado ao Hospital dos Traumas de Petrolina, onde morreu no dia 21 de fevereiro.

Polícia encontra cinco celulares dentro de uma cela da Cadeia Pública de Araripina, PE

Foto: reprodução

Cinco aparelhos celulares e uma pequena quantidade de maconha foram encontrados dentro de uma cela da Cadeia Pública de Araripina, no Sertão de Pernambuco. A descoberta foi feita no sábado (16), após os guardas da unidade acharem droga em objetos que seriam entregues a um dos detentos. A substância estava sendo levada por um menor de idade e um homem, que conseguiu fugir.

 

A polícia informou que o menor disse que a droga seria entregue ao detento João Paulo de Souza Gomes, que fica na cela quatro da cadeia. A informação foi confirmada após o menor mostrar mensagens de áudio que tinha trocado com o preso. Após a confirmação, foi feita a revista na cela. Todo material apreendido e os envolvidos no crime forma levadas para a Delegacia de Araripina.

Operação “Bar Seguro” interdita três estabelecimentos comerciais em Araripina

O Corpo de Bombeiros (CAT Sertão VI) e PMPE, realizou na noite deste sábado (16) em Araripina, no Sertão de Pernambuco, a Operação denominada de “Bar Seguro”.

A ação fiscalizou bares e efetuou abordagens, com a interdição dos estabelecimentos que estivessem em desacordo com o Código de Segurança Contra Incêndio e Pânico (COSCIP), atendendo uma demanda do Pacto Pela Vida, visando a redução de CVLI (Crimes Violentos Letais e Intencionais). Resultados da Operação:

>> 06 estabelecimentos visitados

>> 01 estabelecimento fechado

>> 01 estabelecimento regular

>> 04 estabelecimentos interditados

>> 01 estabelecimentos notificados

>> 29  Abordagens Policiais a Pessoas

Os locais notificados e Interditados passam a ser monitorados pelas Polícias Civil e Militar. Ficando o seu funcionamento condicionado a desinterdição, que ocorre somente após a regularização junto ao Corpo de Bombeiros. A regularização é feita através do Site: www.bombeiros.pe.gov.br (Por Roberto Gonçalves)

Interdição de ‘matadouros’ e frigoríficos em Araripina, gera debate entre vereadores na Câmara

A interdição de ‘matadouros’ e frigoríficos em Araripina pela Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária – Adagro, por recomendação do Ministério Público de Pernambuco – MPPE, gerou uma grande discussão na Câmara de Vereadores na noite desta quarta-feira (13). Com a presença de dezenas de profissionais que vivem do comércio de carne no município, os parlamentares procuraram encontrar uma saída para o impasse, mas em alguns momentos, o discurso ‘descambou’ para a política.

O líder do governo municipal Roseilton de Oliveira (PSL), por exemplo, disse que era preciso encontrar alguma forma para se resolver o problema, nem que fosse emergencialmente, mas também criticou a gestão passada pelo que está acontecendo. “É importante o povo saber, que no matadouro público, foi gasto praticamente R$ 1 milhão na gestão passada e hoje se encontra nessa situação de interdição”, reclamou.

Rebatendo as declarações de Roseiton, o vereador de oposição Francisco Edivaldo (PSB), pediu a palavra e disse que o matadouro público ficou praticamente pronto na gestão de Alexandre Arraes. “Os donos de frigoríficos são testemunhas. Eu não preciso falar muito. O matadouro de Araripina, ficou 85% pronto na gestão passada, e, em dois anos da atual gestão, não botaram um tijolo lá”, respondeu.

Ponderando a fala dos dois vereadores, o presidente da Casa Legislativa Evilásio Mateus (PSL), informou, que nesta quinta-feira (14), seria oficializado um pedido de audiência ao MPPE, para se tentar resolver o problema, inclusive, com a interferência da deputada estadual Roberta Arraes no caso. “Os vereadores que são da base que apoia o governo do Estado, vão ligar para a deputada Roberta, solicitando a ela, que interceda junto ao secretário de Agricultura, para que entre em contato com o Sr. Plínio Arraes, da Adagro, e fale para deixar os comerciantes em paz. Se deixarem eles em paz, eles vão trabalhar, mesmo porque o MP deu um prazo de 30 dias para se resolver o problema”, frisou em duas partes da sua fala o presidente.  (Por Roberto Gonçalves)

Roberta Arraes é reconduzida à presidência da Comissão de Saúde e Assistência Social da Alepe

A deputada estadual Roberta Arraes (PSB) foi reconduzida, ontem, à presidência da Comissão de Saúde e Assistência Social da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). A vice-presidência ficou com o deputado Isaltino Nascimento, também do PSB.

Sesc Ler de Araripina oferece curso gratuito de Informática Básica para idosos

A unidade do Sesc Ler de Araripina abriu inscrições nessa terça-feira, 12, para o curso gratuito de Informática Básica voltado ao público da terceira idade.

Interessados podem se inscrever até o próximo dia 20, no Ponto de Atendimento do Sesc, situado na Rua Vereador José Barreto de Alencar, no Centro. É necessário apresentar cópias do RG e CPF e um comprovante de residência.

Foram abertas 15 vagas para pessoas acima de 60 anos com renda familiar de até três salários mínimos. As aulas serão ministradas às quartas-feiras, no horário das 15h às 16h30.

Funcionários da Adagro realizam fiscalização em frigoríficos e ‘matadouros’ de Araripina

Os servidores estaduais estiveram cumprindo uma recomendação que foi enviada a Adagro na semana passada pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE)

Foto: reprodução

Funcionários da Agência Pernambucana de Defesa e Fiscalizaçao Agropecuária – ADAGRO, com o apoio de Policiais Militares da 9ª Companhia Independente de Polícia Militar de Pernambuco, realizaram visitas de fiscalização em alguns frigoríficos e ‘matadouros’, nesta terça-feira (12), em Araripina, no Sertão de Pernambuco.

Os servidores estaduais estiveram cumprindo uma determinação (recomendação) que foi enviada a Adagro na semana passada pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE). Não há informações se algum frigorífico foi interditado.

De acordo com o órgão fiscalizador, a carne dos animais que são abatidos na região, está sendo comercializada e vendida ao consumidor final sem passar por um controle rigoroso de qualidade, já que o Matadouro Público Municipal está interditado há vários anos. (Roberto Gonçalves)

Vereadores de Araripina vão ao MPPE pedir providências contra “abandono” na saúde pública municipal

Em Araripina, no Sertão do Araripe pernambucano, os vereadores Edsávio Coelho, João Dias, Francisco Edivaldo, Silvano do Morais e Divona da Rancharia fizeram mais uma visita ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE). Dessa vez eles foram pedir providências e fazer mais uma denúncia em relação ao abandono da saúde pública do município.

Os vereadores alegam que há quatro meses não há médicos nas unidades de saúde e nem dentistas. Afirmam também que faltam medicamentos, exames e outros serviços básicos para a população, além de algumas estratégias de saúde que estão sem funcionar, mas os recursos federais chegam todo mês. A reportagem tentou contato com a prefeitura e com a assessoria sobre o assunto, mas até o momento não obteve êxito. (Por Carlos Britto)

Duplo homicídio é registrado em Araripina; um dos suspeitos é sobrinho das vítimas

Delegacia de Araripina / Foto: reprodução

Três jovens foram presos nesta quarta-feira (6), em Araripina (PE), no Sertão do Araripe. Eles são suspeitos de assassinar na Serra do Simões, zona rural do município, os agricultores Antônio Sirineo da Silva, de 45 anos, e Fábio Luiz da Silva (que não teve a idade revelada) com golpes de faca e pauladas.

Testemunhas informaram que os suspeitos estavam bebendo na casa das vítimas e, após uma discussão, cometeram o duplo homicídio. A Polícia Civil (PC) ainda está investigando a motivação dos assassinatos. Os suspeitos foram identificados como Adelardo Edgar Silva Alencar, de 21 anos, Anderson Gomes da Silva, de 18, e Antônio Marcos da Silva Cruz (de idade não informada).

Em entrevista à Rádio Arari FM, Anderson Gomes, suspeito de participar do crime, disse que Adelardo foi quem assassinou as vítimas a pauladas e golpes de faca. Segundo Anderson, ele suspeitava que seus tios teriam mandado matar no ano passado o seu pai. O caso continua sendo investigado. (Do Blog do Roberto Gonçalves)