Antonio Fernando estreia com vitória na Alepe, Frente Parlamentar do Canal do Sertão é aprovada em plenário

Apenas seis dias depois da posse na Assembleia Legislativa de Pernambuco, o deputado Antonio Fernando (PSC) alcança a primeira vitória na Alepe em favor das populações de Ouricuri, do Araripe e de todo o Sertão pernambucano. O parlamentar não perdeu tempo e entrou rápido em ação na Casa de Joaquim Nabuco. Foi de autoria de Antonio Fernando o primeiro requerimento protocolado nesta 19ª Legislatura da Assembleia. Justamente o pedido de criação da Frente Parlamentar em Defesa do Canal do Sertão e Recursos Hídricos para Pernambuco.

O requerimento para a instalação foi apresentado logo no início do expediente  da última terça-feira (05.02). E pouco mais de 24 horas depois, na sessão ordinária da tarde de ontem (quarta-feira, 06.02), o pedido de Antonio Fernando para a criação da Frente Parlamentar em Defesa do Canal do Sertão e Recursos Hídricos para Pernambuco, recebeu o aval dos demais deputados e foi aprovado no plenário da Alepe. “A aprovação dessa Frente Parlamentar é uma primeira vitória não só minha, mas para o Araripe e o Sertão. Esse é um passo importante que damos no sentido de tirar o Canal do Sertão do papel, e transformar em realidade esse projeto estratégico para o desenvolvimento do semiárido pernambucano”, comemora o deputado.

A expectativa de Antonio Fernando é de que a Frente Parlamentar em Defesa do Canal do Sertão e Recursos Hídricos para Pernambuco – da qual será o coordenador – seja instalada o mais breve possível, nas próximas semanas.  Segundo o deputado estadual, “com essa Frente Parlamentar em atividade, será possível envolver e contar com o apoio de órgãos e poderes estaduais e federais para fazer deslanchar projeto e ver liberados os recursos necessários para o início efetivo das obras do canal.”

O deputado ressalta que “o Canal do Sertão é uma obra hídrica estratégica não só para o Araripe, como também para o São Francisco e parte do Sertão Central, e vai beneficiar um total de 17 municípios”. O projeto vai trazer a água da barragem de Sobradinho, na Bahia, para garantir a agricultura irrigada em Afrânio, Dormentes, Parnamirim, Ouricuri, Trindade, Santa Cruz, Araripina, Santa Filomena, Ipubi, Bodocó, Exu, Granito, Moreilândia, Cedro e Serrita, passando também por Petrolina.

Depois de concluídas as obras, a expectativa é de que o Canal do Sertão possibilite a geração de mais de 350 mil empregos diretos e indiretos. O deputado Antonio Fernando destaca a importância econômica e social do projeto: “Só para dar uma ideia, é preciso dizer que o Canal do Sertão tem potencial para tornar Pernambuco autossuficiente na produção de boa parte dos alimentos da cesta básica, tais como feijão, farinha, carne, leite, etc., que hoje, infelizmente, são importados de outros Estados.” (Da Assessoria de Comunicação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.